Onde cabe a áudio-descrição?

A áudio-descrição pode parecer algo novo para alguns, para outros, algo que se destina a uma elite que frequenta teatros, museus, cinemas ou desfiles de modas e, para outros, ainda, pode significar a diferença entre a ignorância e o saber, a exclusão e o respeito ao direito à informação etc.

I Encontro Nacional de Audiodescritores

No dia 23 de outubro teve início o 1º Encontro Nacional de Audiodescritores – "Traduzindo Imagens em Palavras", promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O encontro, que ocorre na Estação Pinacoteca, em São Paulo, termina no dia 24 de outubro.

A luta pela audiodescrição

No último dia 11 de fevereiro, a Subsecretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), promoveu uma reunião técnica sobre audiodescrição* nos programas da televisão brasileira , em Brasília. O objetivo foi debater a implementação da tecnologia que permite a inclusão de pessoas com deficiência visual, intelectual e dislexia.

Espetáculo leva o público a passear pelas estrelas

Quem nunca se perguntou quantas estrelas têm no céu? Você já deve ter tido vontade de contar as estrelas. Foi essa a inspiração do grupo Assíntota para criar o espetáculo "O menino que contava estrelas". A peça, que entra em cartaz neste sábado (27), é dirigida por Izabel Concessa, com texto de Eron Vilar e conta a história de Jorginho, um garoto sonhador que inspirado no desejo de conhecer de perto o universo acaba se encontrando com São Jorge.

Contribuição de Lívia Motta para consulta pública do Ministério das Comunicações

Ao Exmo Sr. Ministro das Comunicações

Sr. Hélio Costa

Ministério das Comunicações
Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica
Departamento de Outorga de Serviços
Esplanada dos Ministérios, Bloco R, Anexo, 3º andar, Ala Oeste
Brasília – Distrito Federal

Assunto: Consulta Pública – Portaria nº 661/2008, com prazo para contribuições até 28 de Outubro de 2009.

São Paulo, 27 de Outubro de 2009.

Caro Sr. Ministro,

Com relação ao Ofício Nº 07/2009, enviado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão – ABERT e Associação Brasileira de Radiodifusores – ABRA, por ocasião da Consulta Pública sobre a audiodescrição, recurso de acessibilidade que amplia consideravelmente o entendimento de pessoas com deficiência visual, pessoas com deficiência intelectual, pessoas com dislexia e pessoas idosas sobre o que assistem em peças de teatro, programas de TV, exposições, mostras, musicais, óperas, desfiles, palestras e outros, possibilitando que essas pessoas ouçam o que é apreciado visualmente, tenho algumas considerações a fazer a título de contribuição para a implementação de tal recurso na televisão.

Consulta pública sobre audiodescrição está reaberta

Brasília, 15 de setembro de 2009 – Está reaberto o prazo para a apresentação de comentários e sugestões sobre temas ligados a audiodescrição, recurso que disponibiliza um canal de áudio com a descrição de imagens e outras informações de um programa televisivo.

Decisão liminar do Mandado de Segurança

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 14.449 – DF (2009/0121819-3)

RELATOR: MINISTRO HAMILTON CARVALHIDO
IMPETRANTE: CONSELHO NACIONAL DOS CENTROS DE VIDA INDEPENDENTE (CVI -BRASIL)
IMPETRANTE : FEDERACAO BRASILEIRA DAS ASSOC DE SINDROME DE DOWN
IMPETRANTE : ORGANIZACAO NACIONAL DE CEGOS DO BRASIL
ADVOGADO : ANA PAULA CROSARA DE RESENDE E OUTRO(S)
IMPETRADO : MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES