Em Portugal: Vamos sensibilizar as televisões

As televisões, nomeadamente as televisões privadas, ainda não perceberam 2 aspectos importantes no que se refere ao plano plurianual de acessibilidade à televisão aprovado pela ERC.

1 – Ainda não perceberam, ou não querem perceber, a grande importância que tem para as pessoas com deficiência visual as medidas contempladas no plano, nomeadamente da áudio-descrição e da locução em português de serviços noticiosos.

A televisão é hoje o veículo de comunicação por excelência, mas não para todos. Os deficientes visuais não podem desfrutar por vezes desta ferramenta, ficando em causa o acesso ao entretenimento, e mais importante à informação. A simples e barata adopção da locução em português, seria um passo já importante, e as televisões só não fazem se não quiserem.

2 – As televisões ainda não perceberam que estamos a falar de medidas para um mercado bastante alargado, nomeadamente a locução em português, já que não beneficiaria apenas os 163 mil deficientes visuais portugueses, mas a generalidade das pessoas idosas, bem como todas aquelas que vêm televisão enquanto fazem outras coisas, são cerca de 20% da população. A implementação deste plano, ou de outros ainda mais ambiciosos, levaria a um aumento das audiências e consequente aumento das receitas publicitárias, que compensaria os custos da adopção destas medidas, que não são assim tão elevados como isso.

Na Inglaterra, quase todos os canais de sinal aberto e de cabo são obrigados a cumprir 10% de áudio-descrição, e todos cumprem, sendo que muitos ultrapassam.

10% corresponde a 16 horas semanais, e em Portugal as televisões não querem cumprir uma hora e meia!

Penso que é importante fazer ver as televisões das vantagens do cumprimento deste plano, fazer ver que realmente é importante para os deficientes visuais, e de que realmente existe um mercado ainda não explorado, que por isso elas também ganharão com este cumprimento.

Deixo abaixo formulários e contactos de e-mail da RTP, SIC e TVI, para que todos os que o entenderem, entrem em contacto para lhes chamar a atenção para estes pontos:

RTP – acesse o site: ww1.rtp.pt/wportal/participe/formulario.php;

SIC – escreva para: atendimento@sic.pt;

TVE – escreva para: relacoes.publicas@tvi.pt.

Fonte: Portal Ler Para Ver

Mais sobre audiodescrição
Norma americana, divulgada pela Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos EUA exige
Existem na Espanha mais de dois milhões de pessoas com deficiência auditiva ou deficiência visual
Nós, os participantes do foro regional “América acessível: Informação e Comunicação para TODOS”, realizado em


Mais sobre audiodescrição
Norma americana, divulgada pela Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos EUA exige
Existem na Espanha mais de dois milhões de pessoas com deficiência auditiva ou deficiência visual
Nós, os participantes do foro regional “América acessível: Informação e Comunicação para TODOS”, realizado em