CPqD inova em acessibilidade

Destaque no Congresso de Inovação e Informática na Gestão Pública (Conip) 2010, uma aplicação desenvolvida pelo CPqD permite que o cidadão tenha acesso a serviços públicos por meio de múltiplas plataformas – TV interativa, celular e computador conectado à internet.

logotipo do CPqD

As interfaces, baseadas no conceito de acessibilidade, que contempla não só pessoas portadoras de deficiências como também com baixo letramento, são resultado de três anos de trabalho dos pesquisadores no Projeto Soluções de Telecomunicações para Inclusão Digital (STID), que teve financiamento do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), do Ministério das Comunicações.

Na demonstração, os visitantes do Conip puderam simular a marcação de consultas médicas por meio de uma set-top box de TV digital interativa e receber a confirmação do agendamento em seu celular, por exemplo.

Fonte: cpqd



Mais sobre audiodescrição