Novo aparelho torna parques da Disney acessível para cegos e surdos

Hoje eu vi um aparelho que, com certeza, é o primeiro do gênero a ter esse tipo de tecnologia e que irá mudar o modo de alguns frequentadores com necessidades especiais vivenciarem as experiências nos parques da Disney.

foto do aparelho

Descrição da foto: duas mãos segurando o aparelho em primeiro plano, e imagem de algumas atrações do parque ao fundo.

Os engenheiros da Disney criaram um mecanismo, a partir de uma nova tecnologia assistiva, para fornecer descrições detalhadas das áreas ao ar livre para os hóspedes com deficiência visual. Usando um menu interativo de áudio, os hóspedes podem escolher o tipo de informação que desejam receber, desde informações arquitetônicas do local até a localização do banheiro mais próximo.

O dispositivo funciona utilizando uma tecnologia sem fio para localizar sua posição e tomar ações pré-programadas. O melhor de tudo, cabe na palma da sua mão.

outra foto do aparelho

Descrição da foto: um rapaz de costas segurando o aparelho, e imagem do parque ao fundo.

Os engenheiros da Disney informaram que o dispositivo já reúne muitos outros recursos, incluindo audiodescrição detalhada de mais de 50 atrações, áudioamplificado para pessoas com perda auditiva leve a moderada, legendagem portátil que permite aos frequentadores ler as legendas enquanto desfrutam de passeios específicos; e ativação de legendas em monitores de televisão em áreas de pré-show.

O novo aparelho estará disponível no Walt Disney World (Flórida) a partir de 27 de junho de 2010 e na Disneyland (Califórnia) em 2011 e será totalmente gratuito!

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação