Trazendo ação para freqüentadores de teatro com deficiência visual

Na trilha de contribuir com orientações de como fazer a áudio-descrição, trazemos neste post mais algumas diretrizes úteis ao trabalho do áudio-descritor.

Logotipo RBTV

Estas não são regras rígidas (não se pode regrar a tradução), visto que é trabalho intelectual do tradutor), mas, certamente, se pode oferecer-lhe orientações que lhe ajudarão no processo de áudio-descrever.

Ao receber a áudio-descrição, por sua vez, o cliente do serviço poderá sentir-se como Kathleen Mulvaney ao assistir teatro com áudio-descrição.

"Eu não podia acreditar na diferença",” disse Kathleen Mulvaney, lembrando-se da primeira vez que assistiu a uma apresentação áudio-descrita, "Les Miserables."

Mulvaney, que é totalmente cega, havia assistido à peça anteriormente, tentando entender o que podia, do que escutava– metade no final das contas – porque ela ama teatro. Desta vez, disse ela: "a história fez sentido".

Leia este artigo completo na Revista Brasileira de Tradução Visual



Mais sobre audiodescrição