Mostra de Cinema de Direitos Humanos amplia a acessibilidade na edição 2010

O ator argentino Ricardo Darín será homenageado na 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Neste ano as exibições serão realizadas em 20 cidades do Brasil.

Presidência da República

A participação de Darin foi acertada na quarta-feira (4), em reunião com o ministro substituto, Rogério Sottili, da SDH, realizado na embaixada brasileira em Buenos Aires, Argentina, e teve a participação do embaixador Ênio Cordeiro e do diretor-executivo da Cinemateca Brasileira, Carlos Magalhães.

Darin é um dos atores mais populares da Argentina, tendo participado de clássicos como "O filho da noiva", que trata da situação das pessoas idosas, e do recém-vencedor do Oscar "O segredo dos seus olhos", na categoria de melhor filme estrangeiro.

"Normalmente sou avesso a homenagens, mas a sensibilidade para este tema dos direitos humanos é um compromisso maior. Por uma causa dessa natureza eu aceito, podem contar comigo", disse o ator argentino durante a reunião com Sottili.

Além de confirmar presença na abertura do evento, que será realizado no dia 8 de novembro, em São Paulo (SP), Darin aceitou participar de um debate sobre Direitos Humanos. De acordo com ele, um dos grandes desafios de hoje é mobilizar os jovens, o que pode ser feito usando o cinema e a comunicação. "A comunicação permite que as pessoas estejam próximas umas das outras, que se sintam iguais, e estar junto permite todo tipo de interação e intercâmbio entre as pessoas", disse Ricardo Darin.

Para o ministro substituto Rogério Sottili, a Mostra de Direitos Humanos "é uma iniciativa de educação em Direitos Humanos que a cada ano vem chamando cada vez mais público, com dois requisitos importantes: acessibilidade e gratuidade", avalia. Sottili ressalta que muitos filmes contam com tecnologia de audiodescrição e todos terão entrada franca.

Na opinião do diretor-executivo da Cinemateca Brasileira, Carlos Magalhães, a mostra tem o mérito de fomentar o debate sobre os Direitos Humanos. "A arte cinematográfica pode transmitir conceitos universais importantes para toda a sociedade, que permitem uma reflexão sobre os mais variados temas relacionados aos Direitos Humanos", afirma.

5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul – O objetivo da mostra "Cinema e Direitos Humanos na América do Sul" é apresentar filmes sul-americanos que discutem temas atuais de direitos humanos no nosso continente. A 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul será aberta no dia 8 de novembro de 2010, em São Paulo, e segue até o dia 15 de dezembro de 2010. Uma parceria da SDH, da Petrobras e da Cinemateca Brasileira, a mostra exibirá produções de todos os países sul-americanos em vinte capitais brasileiras.

Fonte: Presidência da República

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo