Mostra de Cinema de Direitos Humanos amplia a acessibilidade na edição 2010

O ator argentino Ricardo Darín será homenageado na 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Neste ano as exibições serão realizadas em 20 cidades do Brasil.

Presidência da República

A participação de Darin foi acertada na quarta-feira (4), em reunião com o ministro substituto, Rogério Sottili, da SDH, realizado na embaixada brasileira em Buenos Aires, Argentina, e teve a participação do embaixador Ênio Cordeiro e do diretor-executivo da Cinemateca Brasileira, Carlos Magalhães.

Darin é um dos atores mais populares da Argentina, tendo participado de clássicos como "O filho da noiva", que trata da situação das pessoas idosas, e do recém-vencedor do Oscar "O segredo dos seus olhos", na categoria de melhor filme estrangeiro.

"Normalmente sou avesso a homenagens, mas a sensibilidade para este tema dos direitos humanos é um compromisso maior. Por uma causa dessa natureza eu aceito, podem contar comigo", disse o ator argentino durante a reunião com Sottili.

Além de confirmar presença na abertura do evento, que será realizado no dia 8 de novembro, em São Paulo (SP), Darin aceitou participar de um debate sobre Direitos Humanos. De acordo com ele, um dos grandes desafios de hoje é mobilizar os jovens, o que pode ser feito usando o cinema e a comunicação. "A comunicação permite que as pessoas estejam próximas umas das outras, que se sintam iguais, e estar junto permite todo tipo de interação e intercâmbio entre as pessoas", disse Ricardo Darin.

Para o ministro substituto Rogério Sottili, a Mostra de Direitos Humanos "é uma iniciativa de educação em Direitos Humanos que a cada ano vem chamando cada vez mais público, com dois requisitos importantes: acessibilidade e gratuidade", avalia. Sottili ressalta que muitos filmes contam com tecnologia de audiodescrição e todos terão entrada franca.

Na opinião do diretor-executivo da Cinemateca Brasileira, Carlos Magalhães, a mostra tem o mérito de fomentar o debate sobre os Direitos Humanos. "A arte cinematográfica pode transmitir conceitos universais importantes para toda a sociedade, que permitem uma reflexão sobre os mais variados temas relacionados aos Direitos Humanos", afirma.

5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul – O objetivo da mostra "Cinema e Direitos Humanos na América do Sul" é apresentar filmes sul-americanos que discutem temas atuais de direitos humanos no nosso continente. A 5ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul será aberta no dia 8 de novembro de 2010, em São Paulo, e segue até o dia 15 de dezembro de 2010. Uma parceria da SDH, da Petrobras e da Cinemateca Brasileira, a mostra exibirá produções de todos os países sul-americanos em vinte capitais brasileiras.

Fonte: Presidência da República

Mais sobre audiodescrição
Assistir as produções cinematográficas está cada vez mais ao alcance das mãos. Eu mesmo tenho
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre


Mais sobre audiodescrição
Assistir as produções cinematográficas está cada vez mais ao alcance das mãos. Eu mesmo tenho
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre