Audiodescrição deve estar em todos os canais até ano que vem

O prazo estipulado para que as emissoras de TV disponibilizem a audiodescrição em seus recursos de acessibilidade começou no dia 1º de julho e segue por um período de 12 meses. Até lá, canais digitais devem incluir ao menos duas horas semanais de programação audiodescrita. Com o tempo, essa proporção vai aumentando e daqui a dez anos chegará a 20 horas semanais audiodescritas.

O que é: A audiodescrição para deficientes visuais é um recurso existente para TV, cinema e teatro em que uma pessoa treinada descreve as cenas. Na TV, é usada a tecla do Segundo Programa de Áudio (SAP, em inglês). A tecnologia ainda é pouco utilizada no Brasil e está disponível geralmente apenas em grandes áreas urbanas ou de capitais.

Legislação: A audiodescrição é regulada pela Norma Complementar nº 1 de 2006, do Ministério das Comunicações. Após uma consulta pública finalizada em 12 de fevereiro deste ano, a Portaria Ministerial nº 188, de 24 de março, alterou alguns itens da norma e estabeleceu um cronograma para implantação da audiodescrição.

Mais informações sobre a decisão governamental:

Ministério das Comunicações empenha sua palavra

Jornal do Brasil: Televisão tem um ano para adotar audiodescrição

Fonte: CRFA7



Mais sobre audiodescrição