Lula, Filho do Brasil será exibido com audiodescrição e legendas

O filme "Lula, filho do Brasil" será exibido no sábado, dia 14 de agosto, às 14h, em duas salas de cinema, uma para surdos e outra para cegos.

A exemplo dos deficientes auditivos, os deficientes visuais acabam de marcar mais um ponto no quesito acessibilidade cultural. A ARPEF (Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica) lançará no final do ano o projeto "Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito " Versão Videoteca”, que, em sua terceira edição, passou a beneficiar também os portadores de deficiência visual, acrescentando, por isso, a palavra ‘Audiodescrito’ ao título. Para marcar o pré-lançamento do projeto, o filme "Lula, filho do Brasil", será exibido no Festival de Gramado, com legenda oculta e audiodescrição, no sábado, dia 14 de agosto, às 14h, em duas salas de cinema na cidade gaúcha.

A versão Videoteca 2010 distribuirá 100 kits com 30 filmes para associações e escolas de surdos e outros 100 kits, que serão destinados a associações e escolas para cegos. Além de "Lula, filho do Brasil", farão parte da coleção os filmes "Se eu fosse você", "Tropa de elite", "Saneamento básico", "Zuzu Angel", "Era uma vez", "Os normais 2", "Verônica", "Divã", "Linha de passe", "Ó paí ó" e "A Mulher Invisível", entre outros. Serão beneficiadas instituições dos estados de Santa Catarina, Paraná, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Este é o quinto ano que o projeto Cinema Nacional Legendado participa do Festival de Gramado, seja exibindo filmes com legenda oculta, seja apoiando a campanha "Cinema pra quem não ouve, mas se emociona". Sua versão Videoteca também é uma iniciativa da ARPEF, que há mais de 20 anos trabalha em prol da reabilitação dos surdos, e conta com patrocínio da Petrobras.

A mostra CNL tem chamado a atenção desde 2004, quando começou a ser exibida no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Pioneiro no país, o projeto incentiva o acesso à informação e ao lazer por meio de sessões gratuitas de filmes brasileiros atuais com legenda oculta, que permite ao deficiente auditivo acompanhar não só os diálogos das personagens, mas também o clima da cena, indicações de sons e música. A partir de 2007, a mostra passou a incluir também filmes com o sistema de audiodescrição, graças ao apoio do CCBB, que equipou sua sala de cinema especialmente para a mostra, que voltará à programação do centro cultural até o final deste ano.

O projeto foi idealizado pela fonoaudióloga Helena Dale, responsável pela criação da Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica (ARPEF), em parceria com o Centro de Produção de Legendas, onde são produzidas as legendas ocultas dos filmes exibidos no CCBB e da programação da TV Globo.

Serviço

PRÉ-LANÇAMENTO DO PROJETO CINEMA NACIONAL LEGENDADO E AUDIODESCRITO – VERSÃO VIDEOTECA – TERCEIRA EDIÇÃO

FILME: "Lula, filho do Brasil", exibição com legenda oculta e audiodescrição

DATA: sábado, 14 de agosto de 2010, às 14h

LOCAL: Festival de Gramado

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo