A função sócio-cultural da ACAPO

É amplamente reconhecido que todas as pessoas têm direito à cultura, à diversão, ao lazer e ao tempo livre em condições adequadas e estimulantes. Neste sentido e sem excepção, todas estas acções deverão ser acessíveis às pessoas com deficiência visual.

logotipo da ACAPO

A ACAPO tem um papel essencial na oferta de actividades adaptadas e prevê os meios necessários para melhorar o acesso e o usufruto do turismo cultural e dos tempos livres, defendendo e representando os interesses e os direitos da população cega e com baixa visão no que toca à promoção de actividades de cultura e lazer que garantam a sua fruição em total igualdade de oportunidades.

Constituem para a ACAPO pilares essenciais à efectiva inclusão social das pessoas com deficiência visual a sensibilização de editoras na disponibilização de livros em formatos acessíveis, o fomento e investimento em soluções de áudio-descrição em diversas manifestações culturais, o estabelecimento de protocolos de colaboração com diversas entidades que intervêm ao nível da cultura e tempos livres, no sentido de fomentar uma crescente participação nestes domínios, a promoção dos Encontros Anuais da Comissão Nacional de Jovens da ACAPO (CNJA), criando mais oportunidades a um grupo activo que pugna pelos seus interesses e pelos interesses da ACAPO e a estimulação por parte de cada representante da CNJA na organização de actividades junto dos pares da sua Delegação.

Não perca tempo e junte-se à ACAPO para ocupar os seus tempos livres participando nas nossas actividades culturais e de lazer!

“>Saiba mais sobre as atividades da ACAPO em pról da audiodescrição:

Fonte: ACAPO – Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal

Mais sobre audiodescrição
Norma americana, divulgada pela Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos EUA exige
Existem na Espanha mais de dois milhões de pessoas com deficiência auditiva ou deficiência visual
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em


Mais sobre audiodescrição
Norma americana, divulgada pela Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos EUA exige
Existem na Espanha mais de dois milhões de pessoas com deficiência auditiva ou deficiência visual
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em