Feira do Livro de Porto Alegre também terá audiodescrição

A Feira do Livro vai tirar crianças da escola. Calma, explica-se. Com seus vários projetos dirigidos ao educador e às crianças, a feira atingiu este ano o recorde de 3 mil escolas estaduais cadastradas através do diálogo contínuo durante o ano com 12 mil professores.

Segundo a coordenadora da área infanto-juvenil, Sônia Zanchetta, foram milhares de e-mails trocados contendo sugestões, críticas, "até xingamentos, todo tipo de comunicação", brinca ela.

O resultado é que tantas turmas de alunos vão participar das programações do evento, que Sônia chamou mais escritores, além dos agendados, para integrarem a contação de histórias e debates com leitura prévia das obras. E esses autores extra virão gratuitamente e por seus próprios recursos, tamanho é o desejo de participar de um dos encontros.

Este ano o Teatro Sancho Pança, palco desses momentos, teve sua capacidade reduzida de 1000 para 500 lugares, numa medida ousada porém racional: a meta é melhorar a qualidade do local das palestras e espetáculos.

Confira algumas das maiores atrações da área infanto-juvenil, gratuitas como todos os espetáculos da Feira:

Oficina Histórias para Contar em Casa, onde são os familiares que vão aprender formas e técnicas de contação de histórias, além de exercícios e brincadeiras. Dia 30/10, 10h30, no QG dos Pitocos.

Peça teatral Filhote de Cruz Credo, baseada no livro de Fabrício Carpinejar. Autobiografia de Carpinejar, que por ter uma aparência fora dos padrões estéticos vigentes, sobre agressões (bullying) na escola. Dia 2/11, às 17h, no Teatro Sancho Pança.

Encontro com o músico e escritor Frank Jorge (da banda Graforréia Xilarmônica), Rock’n roll, Literatura e outras coisas mais, dia 4/11, às 9h, na Casa do Pensamento.

Exibição do filme Antes que o Mundo Acabe, de Ana Luiza Azevedo. Daniel (Pedro Tergolina) tem 15 anos e mora no interior do Rio Grande do Sul. Em sua existência restrita, vive seus pequenos dramas: uma namorada que não sabe o que quer, o melhor amigo sendo acusado de ladrão e o pai que reaparece depois de 15 anos. Dia 5/11, 14h, com audiodescrição para deficientes visuais, na Ducha de Letras.

Contação de histórias com Chico dos Bonecos, poeta, contista e arte-educador mineiro que trabalha com o resgate de brinquedos e brincadeiras antigas. No repertório, contos e fábulas oriundos da literatura oral. Dia 6/11, 14h, na Arena das Histórias.

Oficina Histórias para Contar em Casa, onde são os familiares que vão aprender formas e técnicas de contação de histórias, além de exercícios e brincadeiras. Dia 30/10, 10h30, no QG dos Pitocos.

Fonte: Jornal Já

Mais sobre audiodescrição
A Estação Cultura, em Campinas, será palco de uma viagem no tempo, mais precisamente a
A 16ª edição do FESTIVAL DO JAPÃO acontece nos dias 19, 20 e 21 de
"Ir à Fenearte é como dar a volta ao mundo pelo artesanato", diz o vídeo


Mais sobre audiodescrição
A Estação Cultura, em Campinas, será palco de uma viagem no tempo, mais precisamente a
A 16ª edição do FESTIVAL DO JAPÃO acontece nos dias 19, 20 e 21 de
"Ir à Fenearte é como dar a volta ao mundo pelo artesanato", diz o vídeo