Centro Cultural Banco do Brasil lança Cinema Nacional Legendado & Audiodescrito

Com o objetivo de fomentar o acesso à cultura de pessoas com baixa visão, audição parcial, cegas ou surdas, possibilitando que tenham oportunidade de, mais do que assistir, compreender uma produção cinematográfica, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) apresenta o projeto intitulado Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito (CNLA), que acontecerá de novembro de 2010 a dezembro de 2011.

O projeto, idealizado pela Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica (Arpef), acontece – em parceria com o CCBB – desde 2008 em São Paulo e no Rio de Janeiro desde 2004, porém é a primeira vez que terá uma programação mensal por um ano.

Com duas apresentações ainda em 2010, e exibições mensais em 2011, tanto na capital paulista como na carioca, o Centro Cultural Banco do Brasil, por meio do CNLA, dará continuidade a esse trabalho de inclusão sócio-cultural propiciando uma variedade de gêneros e títulos à pessoas de todas as idades que tenham alguma deficiência nos sentidos da visão ou da audição, possibilitando o acesso a esse tipo de arte, o cinema.

Filmes nacionais de diversos gêneros como, comédia, drama, animação e ação estarão disponíveis numa sala de cinema acessível, que oferecerá fones sem fio para que os deficientes visuais possam receber a audiodescrição e de legendas para os deficientes auditivos possam acompanhar plenamente o filme.

Contemplada por 14 filmes nacionais, alguns sucesso de público e crítica, a programação do Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito vai ao encontro de um dos principais objetivos do Centro Cultural Banco do Brasil, levar cultura, independentemente de sua forma, à população brasileira. Possuindo uma grande interdisciplinaridade dos temas e formas artísticas expostas, o CCBB foi criado visando formar novas platéias, democratizar o acesso à cultura e contribuir para sua promoção, divulgação e incentivo.

“A dinâmica proposta para o CNLA 2010 / 2011 terá algumas ações diferenciadas. Uma delas será a disponibilização de transporte, gratuito, para levar membros e convidados de algumas instituições até o Centro Cultural. Outra, e talvez mais interessante, está por conta das atividades que serão realizadas após cada filme. Ou por meio de um debate, ou palestra de alguma personalidade, ou workshops, etc, depois de finalizada cada sessão, os espectadores poderão discorrer e trocar idéias sobre diversos temas, sempre condizentes ao filme assistido” revela Marcelo Mendonça, diretor da unidade paulista do Centro Cultural Banco do Brasil.

Os sistemas que possibilitam esse entendimento, àqueles que não podem ouvir e enxergar são, respectivamente, o sistema de legendagem (closed caption) e o da audiodescrição. A legendagem no padrão closed caption consiste em, além da descrição das falas dos atores, transcrever sons não literais importantes para compreensão do filme. Músicas, risos, aplausos, passos, chuva, entre outros, são alguns dos sons que podem ajudar na percepção da cena assistida. A Audiodescrição baseia-se em descrever e transmitir, da forma mais completa e clara possível, no mesmo momento em que a cena está acontecendo, toda e qualquer informação relevante que está sendo passada e que, por não fazer parte de nenhum diálogo, só seria compreendida visualmente. Ou seja, repassa informações do que está sendo representado. Por exemplo, mudança repentina de cenário e/ou tempo, expressões faciais ou ações relevantes onde não existe fala dos atores.

“O que percebemos é que os cegos vão pouco ao cinema, porque se sentem inibidos por precisarem que um acompanhante não cego descreva oralmente as cenas, atrapalhando os outros espectadores. Por isso, para não incomodar os outros, muitas vezes ele e o acompanhante ficam num local afastado da tela, o que compromete a descrição das imagens” conta Helena Dale, curadora do CNLA.

Calendário filmes:

NOVEMBRO 2010 (SP: 20 e 21/11) e (RJ: 27 e 28/11)

“Salve Geral”

Direção: Sérgio Rezende

Atores: Andréa Beltrão, Denise Weinberg, Lee Thalor e Eucir de Souza.

Duração: 120 min

Ano: 2009

Gênero: Drama

Estúdio: Toscana Audiovisual

Distribuidora: Sony Pictures / Downtown Filmes

Classificação: 16 anos

Sinopse: Lúcia (Andréia Beltrão) é uma viúva de classe média que sonha em tirar o filho Rafael (Lee Thalor), de 18 anos, da prisão. Em suas freqüentes visitas à penitenciária, ela conhece Ruiva (Denise Weinberg), advogada do Professor (Bruno Perillo), líder do Comando. As duas ficam amigas e logo Lúcia é usada em missões ligadas à organização criminosa. Precisando do dinheiro, ela aceita realizar as tarefas. Paralelamente, o Comando passa por uma luta interna pelo poder, ampliada pelo confronto dos prisioneiros com o sistema carcerário. Quando o governo decide transferir, de uma só vez, centenas de presos para penitenciárias de segurança máxima no interior do estado, o Comando envia a ordem para que seus integrantes realizem uma série de ataques em pleno Dia das Mães, deixando a cidade de São Paulo sitiada.

DEZEMBRO 2010 (SP: 04 e 05/12) e (RJ: 11 e 12/12)

“Budapeste”

Direção: Walter Carvalho

Atores: Leonardo Medeiros, Giovanna Antonelli, Gabriella Hámori e Paola Oliveira.

Duração: 113 min

Ano: 2009

Gênero: Drama

Estúdio: Nexus Cinema / Eurofilm

Distribuidora: Imagem Filmes

Classificação: 16 anos

Sinopse: José Costa (Leonardo Medeiros) é um bem sucedido “ghost writer”. Ao retornar do Congresso de Escritores Anônimos, em Istambul, uma ameaça de bomba faz com que seu vôo aterrisse em Budapeste, na Hungria. Logo ao chegar, se apaixona pelo idioma local. De volta ao Rio, ele reencontra Vanda (Giovanna Antonelli), sua esposa, e o filho. Entretanto, sua vida torna-se cada vez mais infeliz, o que faz com que comece a murmurar em húngaro enquanto dorme. Para salvar o casamento, Costa passa a escrever autobiografias, numa tentativa de que a vida de outras pessoas o salve do tédio que sente. Seu maior sucesso comercial é "O Ginógrafo", que conta as aventuras amorosas de um alemão, Kaspar Krabbe (Antonie Kamerling), no Brasil. Só que Vanda se apaixona por Krabbe, acreditando ser ele o autor do livro, o que faz com que Costa sinta-se traído e ressentido com o trabalho que exerce.

JANEIRO 2011 (SP: 08 e 09/01) e (RJ: 15 e 16/01)

“Chico Xavier – O Filme”

Direção: Daniel Filho

Atores: Ângelo Antônio, Nelson Xavier, Tony Ramos, Christiane Torloni

Duração: 125 min

Ano: 2010

Gênero: Drama

Estúdio: Lereby Produções

Distribuidora: Sony Pictures Entertainment / Downtown Filmes

Classificação: Livre

Sinopse: Desde criança, Chico Xavier (Matheus Costa) ouvia vozes e via pessoas que já tinham falecido. Seus relatos eram sempre desacreditados, sob a justificativa que eram sua imaginação ou obra do demônio. Ao crescer, ele (Angelo Antônio) passa a usar seu dom para psicografar cartas. Logo se torna um ícone em sua cidade natal, despertando a ira do novo padre (Cássio Gabus Mendes), que o acusa de ser uma fraude, já que publica livros de pessoas famosas que já tinham morrido.

FEVEREIRO 2011 (SP: 05 e 06/02) e (RJ: 12 e 13/02)

“O Bem Amado”

Direção: Guel Arraes

Atores: Marco Nanini, Matheus Nachtergaele, José Wilker, Caio Blat, André Beltrão

Duração: 107 min

Ano: 2010

Gênero: Comédia

Estúdio: Natasha Filmes / Globo Filmes / Miravista

Distribuidora: Buena Vista Internacional

Classificação: Livre

Sinopse: Após o assassinato do prefeito de Sucupira por Zeca Diabo (José Wilker), uma disputa política entre Odorico Paraguaçu (Marco Nanini) e Vladimir (Tonico Pereira) pelo cargo na prefeitura se inicia. Odorico vence a eleição e toma posse como prefeito, recebendo sempre o apoio das irmãs Doroteia (Zezé Polessa), Dulcineia (Andréa Beltrão) e Judiceia (Drica Moraes). Uma de suas promessas é construir o primeiro cemitério da cidade, para evitar a emigração dos habitantes após morrerem. Só que, após a obra ser concluída, há um problema: ninguém em Sucupira morre, o que impede que o cemitério enfim seja inaugurado. Sofrendo pressão devido a acusações de superfaturamento, Odorico precisa encontrar um meio para que o grande feito de seu mandato não se torne uma grande piada.

MARÇO 2011 (SP: 19 e 20/03) e (RJ: 26 e 27/03)

“Proibido Proibir”

Direção: Jorge Durán

Atores: Caio Blat, Maria Flor, Alexandre Rodrigues e Edyr Duqui

Duração: 100 min

Ano: 2007

Gênero: Drama

Estúdio: El Desierto Filmes Ltda. / Ceneca Produciones / A&A Produções

Distribuidora: Riofilme

Classificação: 16 anos

Sinopse: Paulo (Caio Blat) é um estudante de medicina que divide uma quitinete com Leon (Alexandre Rodrigues), seu melhor amigo e estudante de sociologia. Leon namora Letícia (Maria Flor), mas ela e Paulo se apaixonam. O trio tenta ajudar Rosalina (Edyr Duqui), uma paciente terminal que está no Hospital Universitário, a rever os filhos, que não a visitam há bastante tempo. Ao tentar salvar Cacauzinho (Adriano de Jesus), um dos filhos de Rosalina, Leon é ferido em um tiroteio. Letícia consegue resgatá-lo, mas para que Leon sobreviva, Paulo terá que operá-lo em sua própria casa.

ABRIL 2011 (SP: 02 e 03/04) e (RJ: 09 e 10/04)

“Sonhos Roubados”

Direção: Sandra Werneck

Atores: Nanda Costa, Amanda Diniz, Kika Farias, Marieta Severo e Daniel Dantas.

Duração: 85 min

Ano: 2010

Gênero: Drama

Distribuidora: Europa Filmes

Classificação: 16 anos

Sinopse: Jéssica (Nanda Costa), Daiane (Amanda Diniz) e Sabrina (Kika Farias) são adolescentes e moram em uma comunidade carioca. Elas eventualmente se prostituem, no intuito de conseguir dinheiro para satisfazer seus sonhos de consumo. Entretanto, mesmo com os problemas do dia a dia, elas tentam se divertir e sonhar com um mundo melhor.

MAIO 2011 (SP: 07 e 08/05) e (RJ: 14 e 15/05)

“Não Se Pode Viver Sem Amor”

Direção: Jorge Durán

Atores: Cauã Reymond Cauã Reymond, Ângelo Antônio, Victor Navega Motta, Simone Spoladore e Fabíula Nascimento

Duração: 102 min

Ano: 2010

Gênero: Drama

Estúdio: El Desierto Filmes Ltda.

Distribuidora: Pandora Filmes

Classificação: 16 anos

Sinopse: 23 de dezembro. Gabriel, de 10 anos, e Roseli, de 30, chegam ao Rio de Janeiro para encontrar o pai do menino que os abandonou. Sem conhecer a cidade, eles perambulam pelas ruas sem ter ideia para onde ir. Assim, encontram João, um jovem advogado desempregado que busca desesperadamente um meio de melhorar de vida; Pedro, um pesquisador universitário que precisa se decidir entre a mulher e a profissão; e Gilda, uma dançarina de boate que deseja ir embora, mas está presa ao passado. Todos vivem situações limite em suas vidas, que se tornam ainda mais fortes devido à proximidade do Natal. Só que, a partir destes encontros inesperados, surge uma nova esperança.

JUNHO 2011 (SP: 04 e 05/06) e (RJ: 11 e 12/06)

“É Proibido Fumar”

Direção: Anna Muylaert

Atores: Glória Pires, Paulo Miklos Paulo Miklos, Alessandra Colasanti e Marisa Orth.

Duração: 86 min

Ano: 2009

Gênero: Drama

Estúdio: África Filmes Ltda. / Dezenove Som e Imagens

Distribuidora: PlayArte

Classificação: 12 anos

Sinopse: Baby (Glória Pires) vive sozinha no apartamento que herdou da mãe. Ela dá aulas de violão para alguns alunos e vive em atrito com as irmãs. Quando o músico Max (Paulo Miklos) se muda para o apartamento vizinho, Baby vê nele a grande chance de voltar à vida. Para que o romance dê certo, ela está disposta a enfrentar qualquer ameaça, inclusive seu vício compulsivo por fumar.

JULHO 2011 (SP: 02 e 03/07) e (RJ: 09 e 10/07)

“Besouro”

Direção: João Daniel Tikhomiroff

Atores: Aílton Carmo, Jéssica Barbosa, Anderson Santos de Jesus, Flávio Rocha e Irandhir Santos.

Duração: 95 min

Ano: 2009

Gênero: Ação

Estúdio: Miravista / Globo Filmes / Teleimage / Mixer

Distribuidora: Buena Vista Internacional

Classificação: 16 anos

Sinopse: Bahia, década de 20. No interior, os negros continuavam sendo tratados como escravos, apesar da abolição da escravatura ter ocorrido décadas antes. Entre eles está Manoel (Aílton Carmo), que, quando criança, foi apresentado à capoeira pelo Mestre Alípio. O tutor tentou ensiná-lo não apenas os golpes da capoeira, mas também as virtudes da concentração e da justiça. À escolha pelo nome Besouro foi devido à identificação que Manuel teve com o inseto, que segundo suas características não deveriam voar. Ao crescer, Besouro recebe a função de defender seu povo, combatendo a opressão e o preconceito existentes.

AGOSTO 2011 (SP: 06 e 07/08) e (RJ: 13 e 14/08)

“Quincas Berro D’Água”

Direção: Sérgio Machado

Atores: Paulo José, Marieta Severo, Mariana Ximenes, Vladimir Brichta e Flávio Bauraqui.

Duração: 102 min

Ano: 2010

Gênero: Comédia

Estúdio: VideoFilmes / Buena Vista / Globo Filmes

Distribuidora: Buena Vista Internacional

Classificação: 12 anos

Sinopse: Salvador. Quincas (Paulo José) é um funcionário público cansado da vida que leva. Um dia, ele resolve deixar sua família de lado e cair na farra, ganhando fama como Quincas Berro D’Água, o rei dos vagabundos. Quando ele é encontrado morto em seu quarto, sua família resolve apagar os vestígios de sua fase arruaceira e lhe dar um enterro respeitável. Só que seus amigos surgem no local e decidem levá-lo para uma última farra.

SETEMBRO 2011 (SP: 03 e 04/09) e (RJ: 10 e 11/09)

“5X Favela – Agora por Nós Mesmos”

Direção: Wagner Novais, Rodrigo Felha, Cacau Amaral, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos, Luciana Bezerra e Manaíra Carneiro.

Atores: Juan Paiva, Pablo Vinícius, Ruy Guerra, Flávio Bauraqui e Renata Tavares.

Duração: 103 min

Ano: 2010

Gênero: Drama

Estúdio: Luz Mágica Produções / Globo Filmes / Videofilmes / Quanta / TeleImage

Distribuidora: Sony Pictures Entertainment / RioFilme

Classificação: 14 anos

Sinopse: Em 1961, cinco jovens cineastas de classe média, oriundos do movimento estudantil universitário, realizavam o filme "Cinco Vezes Favela". Carlos Diegues, Joaquim Pedro de Andrade, Leon Hirszman, Marcos Farias e Miguel Borges eram aqueles jovens que tornaram o filme um marco do cinema moderno brasileiro e um dos fundadores do Cinema Novo. Passadas quatro décadas, "Cinco Vezes Favela, Agora por Nós Mesmos" reúne dessa vez jovens cineastas moradores de favelas do Rio de Janeiro, treinados e capacitados a partir de oficinas profissionalizantes de audiovisual ministradas por grandes nomes do cinema brasileiro, como Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, Walter Lima Jr., Daniel Filho, Walter Salles, Fernando Meirelles, João Moreira Salles e muitos outros. O projeto apresenta cinco filmes de ficção, de cerca de 20 minutos cada um, sobre diferentes aspectos da vida em suas comunidades.

OUTUBRO 2011 (SP: 01 e 02/10) e (RJ: 08 e 09/10)

“O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes”

Direção: Rafael Ribas, Walbercy Ribas.

Atores: Vagner Fagundes, Marcelo Leal, Júlia Duarte, Bel Garcia e Jonas Melo

Duração: 82 min

Ano: 2009

Gênero: Animação

Estúdio: Start Anima

Distribuidora: Fox Film do Brasil

Classificação: Livre

Sinopse: O Grilo Feliz segue compondo suas músicas, para alegria dos habitantes da floresta, e agora deseja gravar um CD. Porém, a descoberta de fósseis de insetos gigantes faz com que elese envolva em uma inesperada aventura, que o obriga a enfrentar um bando de perigosos louva-deuses comandados por Trambika.

NOVEMBRO 2011 (SP: 05 e 06/11) e (RJ: 12 e 13/11)

“Nosso Lar”

Direção: Wagner de Assis

Atores: Renato Prieto, Fernando Alves Pinto, Othon Bastos, Paulo Goulart, Rosanne Mulholland.

Duração: 102 min

Ano: 2010

Gênero: Drama

Estúdio: Cinética Filmes / MIgdal Filmes / Globo Filmes

Distribuidora: Fox Filmes do Brasil

Classificação: 14 anos

Sinopse: Ao abrir os olhos, André Luiz (Renato Prieto) sabe que não está mais vivo, apesar de ainda sentir sede e fome. Ao seu redor, ele apenas vê uma planície escura e desértica, marcada por gritos e seres que vivem na sombra. Após passar pelo sofrimento no purgatório, André é levado para a cidade de Nosso Lar. Lá ele tem acesso a novas lições e conhecimentos, enquanto aprende como é a vida em outra dimensão.

DEZEMBRO 2011 (SP: 03 e 04/12) e (RJ: 10 e 11/12)

“Tropa de Elite 2”

Direção: José Padilha

Atores: Wagner Moura, André Ramiro, Seu Jorge, Maria Ribeiro e Milhem Cortaz.

Duração: 116 min

Ano: 2010

Gênero: Ação

Estúdio: Zazen Produções

Distribuidora: Zazen Produções

Classificação: 14 anos

Sinopse: 2010. Nascimento enfrenta um novo inimigo: as milícias. Ao bater de frente com o sistema que domina o Rio de Janeiro, ele descobre que o problema é muito maior do que imaginava. Além disso, ele precisa equilibrar o desafio de pacificar uma cidade ocupada pelo crime com as constantes preocupações com o filho adolescente. Quando o universo pessoal e o profissional de Nascimento se encontram, o resultado é explosivo.

Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo

Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652

Para pessoas com deficiência física // Ar-condicionado // Loja // Café Cafezal

Estacionamento conveniado

Estapar Estacionamentos

Rua da Consolação, 228 (Edifícos Zarvos)

(R$ 10,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB).

Obs.: Transporte gratuito, no dia das exibições, até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) e na XV de novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB.

Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro

Informações: (21) 3808-2020

Fonte: Vida Mais Livre

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo