Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas

A união do setor de parques temáticos e atrações turísticas mostra mais uma vez sua força. Dia 23 de novembro, acontece o 1º Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas (DNPD), iniciativa de responsabilidade social que tem como objetivo ressaltar a importância da acessibilidade em parques e atrações turísticas de todo o Brasil.

Montanha Russa

Idealizada pelo Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) em parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Parques de Diversão do Brasil (Adibra), a ação visa compor o maior movimento de inclusão de pessoas com deficiência. Essa foi a forma que os complexos de lazer encontraram para proporcionar a esses visitantes momentos de total conforto, tranquilidade e segurança.

Nesse dia, empreendimentos associados ao Sindepat e a Adibra estarão abertos, simultaneamente, para receber de forma gratuita entidades que atendam a pessoas com deficiência. Com programação especial, parques e atrações oferecerão sem custo a todos os participantes, lanches e refrigerantes, além do passaporte para as atrações.

"Para garantir maior conforto e total segurança durante o evento, é necessário que os deficientes estejam acompanhados de alguém indicado pela instituição, que pode ser um amigo, familiar ou monitor", explica o presidente do Sindepat, Alain Baldacci. Além disso, os empreendimentos contarão com a ajuda de voluntários capacitados para auxiliar no atendimento aos presentes.

"A iniciativa é válida, porém é necessário melhorar os brinquedos e infra-estrutura dos parques além de capacitar os funcionários para que as pessoas com deficiência possam ter o parque adequado à disposição o ano todo, somente assim realmente poderemos chamar isso de inclusão", diz Ricardo Shimosakai. A Turismo Adaptado vem trabalhando para implantar nos parques brasileiros os conceitos praticados nos parques da Disney, onde podemos encontrar recursos de audiodescrição, brinquedos acessíveis para cadeira de rodas, intérpretes de língua de sinais, e diversos outros recursos.

Participam da ação: Hopi Hari, Playcenter, O Mundo da Xuxa e Wet’n Wild no Estado de São Paulo; Beach Park no Ceará; Alpen Park no Rio Grande do Sul; Beto Carrero e Unipraias em Santa Catarina e Trem do Corcovado no Rio de Janeiro.

Saiba mais sobre acessibilidade em parques de diversões:

Fonte: Turismo Adaptado

Mais sobre audiodescrição
Pelas redes sociais, cegos e surdos reclamam contra decisão da Ancine. As pessoas cegas ou
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou


Mais sobre audiodescrição
Pelas redes sociais, cegos e surdos reclamam contra decisão da Ancine. As pessoas cegas ou
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou