Fábrica da Pólvora recebe em Novembro, a exposição SENTI(N)Do

A Companhia de Actores (CDA) é pioneira na audiodescrição em Portugal na área do teatro. A implementação deste recurso está a cargo do projecto AUDIODESCRIÇÃO.PT – ouço, logo vejo, da CDA.

Este projecto estreia-se na Exposição Fotográfica SENTI(N)DO pelo MEF – Movimento de Expressão Fotográfica, que está patente na Fábrica da Pólvora, nos dias 12 a 14 e de 19 a 22 de Novembro, das 14h30 às 19h30, sempre com sessões de audiodescrição durante o horário de exposição.

A AUDIODESCRIÇÃO.PT abre esta experiência a todos, na exposição fotográfica SENTI(N)DO.

O recurso à audiodescrição é um possibilitar de experiências artísticas a pessoas com deficiência visual que ficam afastadas de várias actividades culturais, por uma falha simples e fácil de colmatar: a descrição do que não podem ver. O projecto AUDIODESCRIÇÃO.PT – ouço, logo vejo, quer resolver esta lacuna.

O projecto AUDIODESCRIÇÃO.PT – ouço, logo vejo, da Companhia de Actores conta com o apoio de:

Bolsa de Valores Sociais – ajude o desenvolvimento do projecto comprando acções em www.bvs.org.pt.

Portucale Vox – aluguer de radio guias – www.portucale-vox.pt

Fonte: Companhia de Actores

Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –


Mais sobre audiodescrição
Quem disse que arte e tecnologia não podem andar de mãos dadas? Para provar que
Os visitantes com deficiência visual que comparecerem ao Museu Pelé, em Santos (SP), contam agora
Os programas de acesso de um dos maiores e mais importantes museus do mundo –