43º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – programação

Programação do 43º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Programação – sexta 26 de novembro

9h30, Cine Brasília
Festivalzinho – para escolas agendadas

Eu e o Meu Guarda-Chuva, de Toni Vanzolini

10h, Kubitschek Plaza Hotel, Salão Leopoldina, acesso livre

Encontro do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro

abertura: Myrna Brandão; Restauração do filme Rico ri à toa (1957), de Roberto Farias, diretor do filme, Marília Franco, o filme e seu contexto. Moderador, Carlos Brandão, coordenador da restauração do filme; lançamento dos Cadernos de Pesquisa do CPCB: Myrna Brandão, editora e Solange Stecz, escritora

10h às 12h30, Kubitschek Plaza Hotel, Salão Caxambu, acesso livre

seminário: Acessibilidade no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – Audiodescrição e Legendas

Implementação da Acessibilidade das pessoas cegas e surdas no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: Renata Cristina Fonseca de Rezende e Saulo Machado Mello de Sousa; Percepções de um Cineasta cego: João Júlio Antunes; debate, com a mediadora Renata Tavares Linhares e a coordenadora da mesa Dolores Tomé

exibição do filme O Som, as Mãos e o Tempo, de Marcos Mendes.

11h, Kubitschek Plaza Hotel, Salão Caxambu, acesso livre

debate com as equipes dos filmes da Mostra Competitiva 35mm exibidos na noite anterior no Cine Brasília

12h30 e 15h, CCBB, Centro Cultural Banco do Brasil

Mostra Competitiva Digital

Só mais um filme de amor, de Aurélio Aragão, 18min, RJ

Dalva, de Filipe Wenceslau, 15min20, BA

Naquela Noite Ele Sonhou com Um Mar Azul, de Aristeu Araújo, 20min, RJ/PR

De bem com a vida – Carlos Elias e o Samba em Brasília, de Leandro Borges, 20min, DF

14h às 19h, Kubitschek Plaza Hotel, Salão Leopoldina – até o dia 30

Workshop de Interpretação para Atores – a dramaturgia do ator no cinema e nas mídias digitais, com Luciana Martuchelli

14h às 18h, Kubitschek Plaza Hotel, Salão Ouro Preto, acesso livre

Seminário: Acessibilidade no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro– Audiodescrição e Legendas

O verbo e a imagem, um equilíbrio impossível: Evgen Bavcar; Audiodescrição no Brasil: Sara Bentes;depoimentos: Arnaldo Godoy, Flavio Couto S. de Oliveira e Noeme Rocha; filme: Janela da Alma, de Walter Carvalho: debate e mesa redonda com Walter Carvalho e Dolores Tomé; encerramento com o filme Pra que Olhos tão Grandes, de Vanessa de Carvalho Vaz

14h30, Sala Martins Pena, Teatro Nacional Claudio Santoro, entrada franca

Mostra Competitiva Digital e debate

O Eixo, de Ricardo Movits, 7min30, DF

Últimos Dias, de Yves Moura, 15min, RJ

Traz Outro Amigo Também, de Frederico Cabral, 15min, RS

Entrevãos, de Luísa Caetano, 19min50, DF

Queimado, de Igor Barradas, 19min, RJ

Mostra Brasília Digital

Benedito, de Adalberto Muller, 20min, DF

A Dois Palmos, de Pollyanna Carvalho e Rebeca Tschiedel, 20min, DF

Música Roqueira Popular Brasileira, de Dillo Daraujo, 16min, DF

Desbravadores de Caminho – Uma Curta História do Povoado de São Jorge, de Betânia Victor e Zepedro, 15min, DF

Dissolução – Hipervazio e Solidões, de Julia Lucini e Lucas Venturim, 17min35, DF

O forró daqui é melhor do que o seu, de Kleber Robson, 18min, DF

Tudo aquilo que quis ver com os seus olhos, de Leonardo Villas Braga, 4min35, DF

15h, Sala Alberto Nepomuceno do Teatro Nacional Claudio Santoro

Mostra Petrobras Revelando os Brasis, entrada franca

Três Coveiros, de Francisco Flor, CE

Minha Arte é Vida Após a Morte, de Enaldo André Zambon, ES

Dona Joana: Seus Ternos e Danças, de Djenane Ferreira da Silva Correia, BA

Alma d’Outro Mundo, de Silvana de Oliveira, RS

15h, Museu Vivo da Memória Candanga, acesso livre

Mostra Petrobras Revelando os Brasis, entrada franca

Três Coveiros, de Francisco Flor, CE

Minha Arte é Vida Após a Morte, de Enaldo André Zambon, ES

Dona Joana: Seus Ternos e Danças, de Djenane Ferreira da Silva Correia, BA

Alma d’Outro Mundo, de Silvana de Oliveira, RS

16h30, Cine Brasília, entrada franca

Mostra Brasília 35mm

A janela, de João Batista Melo, 9min, DF

Penca de Gente, de Cassio Barbosa Sader, 9min, DF

A Menina Metalinguística e o Garoto Melancólico, de Guga Caldas, 11min, DF

Memória de Elefante, de Denise Moraes, 16min, DF

Ilha, de André Uesato, 17min, DF

Eu não sei, de Luis Augusto Jugmann Andrade, 10min, DF

De asfalto e terra vermelha, de Camila Freitas e Antoine d’Artemare, 35min, DF

Filme Pirata, de William Alves, 60min, DF

17h e 20h, CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

Mostra Competitiva 35mm

Angeli 24 horas, de Beth Formaggini, 25min09, RJ

Contagem, de Gabriel Martins e Maurilio Martins, 18min02, MG

Transeunte, de Eryk Rocha, 1h40, RJ

19h e 21h30, Cinemark Pier 21

Mostra Competitiva 35mm

Cachoeira, de Sergio José de Andrade, 13min47, AM

Fábula das Três Avós, de Daniel Turini, 17min, SP

A Alegria, de Felipe Bragança e Marina Meliande, 1h46, RJ

19h, Colônia Agrícola Basevi, Sobradinho, acesso livre

Cinema Voador

No Calor da Pele, de Pedro Jorge de Castro

19h30, Praça do Centro Cultural Itapuã – Gama, acesso livre

Festival de Cinema no Gama

A Última Gota, de Rogerio Aguas, 10min40, DF

O que as cartas não veem, de Marconi Martins de Araújo, 13min, DF

Solo do Silêncio, de Pako Chagas Rocha, 10min20, DF

Quitinete com Quintal, de Patrícia Saldanha, 14min, DF

O Eixo, de Ricardo Movits, 7min30, DF

Quando Tudo Pode Mudar, de Marli Arboleia, 8min09, DF

20h30 e 23h30, Cine Brasília

Mostra Competitiva 35mm

Acercadacana, de Felipe Peres Calheiros, 19min58, PE

Braxília, de Danyella Proença, 17min, DF

Os Residentes, de Tiago Mata Machado, 2h, MG

Fonte: Festival de Brasília

Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na


Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na