Programação de teatro em Recife terá espetáculo com audiodescrição

Teatro Especial

A cantora careca – Os alunos da Escola de Teatro Fiandeiros fazem sua prova pública neste sábado, às 20h, e no domingo, às 18h. Eles vão apresentar o espetáculo A cantora careca, de Eugène Ionesco. No elenco da peça estão Paula Carolina, Ubiratan Cavalcante, Jeferson Larbos, Kélya Phayza, Mauricio Filho, Karine Gaya, Renata Jamil e Margareth Padilha. A direção é de André Filho. A encenação será no Espaço Fiandeiros (Rua da Matriz, 46, 1° andar, próximo à praça Maciel Pinheiro). Entrada gratuita. Informações: (81) 3077-0369.

Áreas sagradas – Trechos de óperas famosas são apresentados gratuitamente, a exemplo de As bodas de Fígaro, de Mozart e La Traviata, de Verdi, por uma equipe formada por pianista, ator e cantores líricos. Sempre às 17h, os concertos serão realizados neste sábado na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Goiana; e domingo no Lar Chico Xavier, em Candeias, Jaboatão dos Guararapes.

Mostra de Artes Sesc Arcoverde – Aldeia Olho D’Água dos Bredos – Desdobramento do projeto nacional Palco Giratório, reúne mais de 50 atividades culturais, entre elas Revolta no país dos retalhos, do grupo Teatro de Retalhos do Sesc Arcoverde e A paixão e a sina de Mateus e Catirina e Quadrilha: um romance sertanejo, da Tropa do Balaco Baco. Em Arcoverde, Caraíbas e Aldeia Velha, até 12 de dezembro. Gratuito. Informações: (87) 3821-0864.

8° Festival de Teatro de Rua – A abertura da maratona cênica de rua será neste sábado, às 15h, no Pátio do Carmo. Depois, a Cia UmPédeDois, de Porto Alegre, apresenta O homem-banda. Às 20h, no Mercado Público do Alto José do Pinho, terá roda de diálogo com integrantes do Movimento Popular Escambo Livre de Rua. A programação do domingo começa às 14h, na Escola Pernambucana de Circo, na Macaxeira, com bate-papo com Amir Haddad, um dos homenageados. Às 16h, no mesmo local, será apresentado o espetáculo Lâminas, do Pintou Melodia na Poesia, do Ceará. Às 20h, já na Praça Academia da Cidade, em Caetés I, Abreu e Lima, o público vai conferir A herança de nós todos (do grupo Arteiros, de Olinda) e O fuxiqueiro (RN). A programação segue até o dia 12.

Adulto

A morte do artista popular – O diretor Antonio Edson Cadengue estreia o espetáculo A morte do artista popular, com concluintes da Escola Sesc de Teatro, do Sesc Piedade. O texto é do crítico e professor Luís Augusto Reis. Estruturado em um ato, mas com doze quadros, a peça tem doze atores em cena e traz à ficção um concurso de dramaturgia chamado Palavra e palco. Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro), deste sábado até a segunda, às 19h. Reapresentações nos dias 10, 11, 12, 15 e 19. Nos dias 12 e 15, o espetáculo contará com o recurso de áudio-descrição, para espectadores com dificuldades visuais. Gratuito. Informações: 3216-1728.

Delicado – Nossa natureza é pura ou já nascemos maldosos? Pode-se dizer que Eusébio, filho de Macário e Dona Flávia, é um bom menino. Criado por ela e sete irmãs, começa a sofrer quando um tio diz que ele precisa casar. Esse é o enredo de Delicado, experimento cênico, que tem assinatura de Daniel Barros na adaptação, criação e performance. Sábados e domingos, às 20h, no Teatro Joaquim Cardozo, na Benfica. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Paloma para matar – Travestis enfrentam situação atípica quando o filho adotivo de uma delas reaparece depois de meses de sumiço, avisando que vai se casar com a misteriosa Paloma. O texto é de Luciano Costae direção de Lano de Lins. Teatro Alfredo de Oliveira (Praça Oswaldo Cruz, Boa Vista. Anexo ao Teatro Valdemar de Oliveira). Sábados e domingos, às 20h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Informações: 3091-3328.

Solteira, Casada, Viúva, Divorciada – Abrindo a programação da IV Mostra Capiba de Teatro, o espetáculo Solteira, Casada, Viúva, Divorciada, conta a história de quatro mulheres, interpretadas pela atriz Maria Alves. Sábado, às 20h, no Teatro Capiba (Sesc Casa Amarela). Ingresso: R$ 10 e R$ 5 (meia). Informações: (81) 3267-4410.

Infantil

Bruno e ocirco – O Palhaço Chocolate é o cicerone de mais uma montagem infantil: Bruno e o circo. O espetáculo conta a história de um menino que, através do ambiente virtual, quer trazer a apresentação de um circo para o aniversário do pai. O musical tem texto e letras de músicas de Moisés Neto e direção de Carlos Bartolomeu. As melodias das canções são de Paulo Smith e as coreografias são assinadas por Heloísa Duque. Teatro Boa Vista (ao lado do Colégio Salesiano), sábados e domingos, às 16h30. Ingressos: R$ 10 e R$ 5. Informações: (81) 2129-5961.

Chapeuzinho de neve adormecida – Texto e direção de Ivaldo Cunha Filho. Os irmãos Bia e Tom têm comportamentos opostos. Ele adora os livros e ela só pensa em jogar videogame. Até que um dia, Bia precisa falar sobre contos infantis na escola e mistura diversos personagens, como Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve e Pinóquio. Teatro Valdemar de Oliveira (Praça Oswaldo Cruz, 412, Boa Vista). Sábados e domingos, às 16h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 3222-1200. Última semana.

Histórias para boi dormir – O projeto Contadores de Histórias será realizado neste sábado e domingo, às 16h, no Teatro Joaquim Cardozo, no Centro Cultural Benfica. A contação terá como título Histórias para boi dormir e ficará sob a batuta de Clenira Melo, Lenice Gomes e Carminha Moraes. Os ingressos custam R$ 5.

O urubu cor-de-rosa – O espetáculo coloca em discussão temas como o preconceito e a convivência harmoniosa entre as diferenças de opiniões, de aptidões, aparências. O enredo tem por base um conflito que se estabelece quando Rosauro, um urubu que, além de ter uma coloração diferente nas suas penas, ainda pensa e age de forma contrária a maior parte dos demais componentes do grupo. Sábado e domingo, às 16h30, no Teatro Apolo (Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife). Informações: (81) 3355-3320.

Fonte: Diário de Pernambuco

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma


Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma