Bom Dia Brasil: a indignação continua com outras manifestações

Com a minha imaginação fértil, jamais imaginei que ouviria termos, expressões, e uma forma de apresentação tão caricata sobre a audiodescrição e sobre pessoas cegas que estavam naquela sessão de cinema “exclusiva”. O termo “audiodescrição”também ficou invisível na matéria.

Joana Belarmino comenta matéria do Bom Dia Brasil

"Uma Sessão de Cinema Só Para Cegos" – foi esta a chamada da matéria feita por alexandre Garcia, para a reportagem que circulou no finalzinho do bom Dia brasil de hoje da rede Globo. Joana Belarmino comenta a matéria.

Aproveite esse restinho de férias para conhecer o Museu do Perfume–acessível e com audiodescrição

CONVITE: VISITE O ESPAÇO PERFUME ARTE E HISTÓRIA O Espaço Perfume Arte e História, uma iniciativa do Grupo Boticário, objetiva divulgar a história e cultura do perfume. O acervo apresenta mais de 5 mil anos de história, com núcleos interativos que permitem aos visitantes sentir aromas, escutar jingles, assistir a vídeos; uma incrível viagem ao universo da perfumaria. Recursos de acessibilidade: elevador, banheiro adaptado, piso podotátil, mapa tátil, legendas em braille, audioguia com audiodescrição.

Portugal obriga acessibilidade aos guias electrônicos de programação de televisão

Diário da República, 2.ª série — N.º 11 — 17 de Janeiro de 2011
ERC – ENTIDADE REGULADORA PARA A COMUNICAÇÃO SOCIAL
Regulamento n.º 36/2011 Sobre o acesso e ordenação dos guias electrónicos de programas de rádio ou de televisão

Nota Justificativa
1 — No exercício das suas funções de regulação e supervisão, cabe à ERC assegurar a livre difusão de conteúdos pelas entidades que prosseguem actividades de comunicação social e o livre acesso aos conteúdos de comunicação social por parte dos respectivos destinatários, de forma transparente e não discriminatória, de modo a evitar qualquer tipo de exclusão social ou económica e zelando pela eficiência na atribuição de recursos escassos”, bem como assegurar, em articulação com a Autoridade da Concorrência, o regular e eficaz funcionamento dos mercados de imprensa escrita e audiovisual, em condições de transparência e equidade (cf. artigos 7.º, alínea b), e 8.º, alínea g), dos Estatutos da ERC).

Tenho carta branca para gastar, diz secretária da Pessoa com Deficiência de SP

Muitas pessoas ainda não se deram conta de que, além da necessidade dos recursos da audiodescrição, legendagem e interpretação em LIBRAS para pessoas com deficiências sensoriais e intelectuais, o sistema de televisão digital muito em breve também apresentará outro grave problema de acessibilidade, inclusive para pessoas com deficiência física.
Trata-se das aplicações interativas que, assim como já acontece hoje na Internet, impossibilitará milhões de brasileiros com deficiência de usufruirem da infinidade de recursos e serviços que estarão disponíveis por meio da televisão digital.
Além desse convênio do governo do estado de São Paulo com o LSI, já passou, e muito, da hora do governo federal, especialmente os mimistérios da ciência e tecnologia e das comunicações, também usarem o conhecimento em televisão digital e acessibilidade do CPqD para o desenvolvimento das ajudas técnicas necessárias para que a interatividade na televisão não se transforme em mais uma barreira para as pessoas com deficiência.