Audiodescrição encanta tradutores

Segue entrevista feita pelo Jornal S/A com Ana Carolina Konecsni.

S/A: Como descobriu que gostava de literatura?

ACK: Acho que a descoberta do maravilhoso mundo da literatura aconteceu de forma espontânea, sempre gostei de bibliotecas desde pequena e ficava fascinada. Primeiramente com Ruth Rocha, Jan Terlouw e Maria Jose Dupre até evoluir para José de Alencar, Machado de Assis, Jane Austen, etc.

Nova ministra tira anos de chumbo do primeiro plano

A política da Secretaria de Direitos Humanos deverá mudar de rumo no governo de Dilma Rousseff. A nova ministra, a deputada gaúcha Maria do Rosário (PT), não seguirá a trilha de seus antecessores petistas, Nilmário Miranda e Paulo Vannuchi, que puseram em primeiro plano a política de apuração de violações de direitos humanos ocorridos na ditadura. A prioridade agora serão os direitos das crianças e dos adolescentes.

Teatro infantil com audiodescrição: domingo, no Recife

A revolta dos brinquedos
A montagem escrita por Pernambuco de Oliveira e Pedro Veiga tem direção de José Francisco Filho. A sessão contará com os recursos de áudio-descrição e tradução em libras, para espectadores portadores de necessidades especiais.

Eu Queria Ser Um Monstro: imperdível!

Todos os anos, em 28 de Outubro, o Dia Internacional da Animação é celebrado com exibições de curtas-metragens nacionais e internacionais, em mostras que percorrem o país inteiro. Desde 2009, o DIA conta com uma Mostra Especial para Pessoas com Deficiência Visual, com audiodescrição.

Como fazer um filme audiodescrito

Como fazer um filme audiodescrito? Certas percepções só acontecem por meio de um processo. Antes de tudo, um processo de sensibilização do próprio eu, visto que é somente a partir da alteridade que enxergamos o outro. Não bastam alguns instantes, nem um só dia, e muito menos uma palestra, para que um indivíduo coloque em ação coisas que sua razão conheceu. Ver que a audiodescrição é importante, é fácil. Mas é preciso não ver, para perceber que ela é imprescindível.