A abóbora ainda pode virar carruagem!

Amigos,

Em resposta ao "A carruagem que virou abóbora", ontem eu recebi um telefonema de Robson Vellado, diretor do Teatro Ressurreição, se desculpando e lamentando o ocorrido no último domingo.

Conversamos bastante e ele se comprometeu em realizar as adequações necessárias com a maior brevidade possível.

Hoje ele divulgou essa nota, informando as providências. Fiquei feliz, mas só vou comemorar depois que o acesso estiver pronto.

Quero voltar lá com meus filhos para que eles vejam que seu protesto foi atendido e nossos direitos respeitados.

No mesmo telefonema, já avisei que ele também vai precisar ter audiodescrição. É claro que ele nunca ouviu falar no assunto e prometi enviar material.

Tenho certeza que a "sensibilização" é resultado dos inúmeros e mails que eles receberam, além da minha carta.

Estou imensamente grata ao apoio e a amizade de vocês.

Somos muito fortes juntos e podemos mudar o mundo!

Beijos meus, do Mateus e da Mariana

Flávia Cintra

—– Original Message —–

From: "Teatro Ressurreição" teatro@teatroressurreicao.com.br

To: "Teatro Ressurreição" teatro@teatroressurreicao.com.br

Sent: Tuesday, February 22, 2011 9:30 PM

Subject: Nota de Esclarecimento

Segue em anexo Nota de esclarecimento além da retratação por telefone e e-mail com Flávia Cintra.

Nota de esclarecimento

Em resposta ao ocorrido no último domingo em relação à dificuldade de acessibilidade ao teatro ressurreição, tomamos as seguintes providências:

– visita agendada para o dia 23.02 com o engenheiro, para estudo do acesso;

– reunião agendada com a mantenedora para 2ª. feira, dia 28.02;

– reunião interna para o desenvolvimento do projeto e planejamento da execução do acesso segundo o decreto 5296/2004.

Direção do Teatro Ressurreição

Teatro Ressurreição

teatro@teatroressurreicao.com.br

Fonte: Memórias de Uma Mãe Cadeirante

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma


Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma