Política de Comunicação para a adoção da audiodescrição na televisão digital brasileira

A implementação da televisão digital pode ser um grande passo para a inclusão social de pessoas com deficiência. O estudo aqui proposto irá pesquisar a audiodescrição, que é um áudio extra com descrições de cenários, figurinos, expressões faciais e corporais dos personagens e todos aqueles elementos relevantes para a compreensão do conteúdo visual por uma pessoa com dificuldade para usufruir tal conteúdo, para traçar política de comunicação favorável à implementação do recurso na televisão digital brasileira.

Em relação ao contexto brasileiro, nota-se que é rara a inserção de recursos de acessibilidade na programação da televisão analógica. Para que isso não venha a acontecer na plataforma digital é preciso mais do que a pressão de movimentos sociais e instituições que atendem a essa causa. É necessário um planejamento de política de comunicação para garantir esse direito.

Pretende-se, com este trabalho, traçar o atual panorama do debate sobre a audiodescrição no Brasil e no mundo bem como apontar o caso de sucesso do Reino Unido, que já conta com audiodescrição em 10% da programação da televisão digital.

A partir da experiência britânica, levando em consideração suas particularidades e da análise do contexto brasileiro, pretende-se produzir um estudo que aponte caminhos para uma política de comunicação da adoção da audiodescrição na TV digital brasileira.

Essa investigação será feita através de uma pesquisa bibliográfica e documental sobre os assuntos relacionados como TV digital, audiodescrição, política de comunicação, inclusão social, acessibilidade e deficiência visual. Serão necessárias entrevistas com profissionais, pesquisadores e pessoas envolvidas com a causa da audiodescrição nos dois países.

Ao final do trabalho, espera-se apresentar um estudo aprimorado que auxilie a promoção da audiodescrição na televisão digital brasileira.

UNESP – FAAC – Campus de Bauru
Pós-Graduação – TV Digital
Discente: FLAVIA OLIVEIRA MACHADO
Orientador: Professor Doutor Antonio Carlos de Jesus
Nome do projeto: Política de Comunicação para a adoção da audiodescrição na televisão digital brasileira

Fonte: UNESP

Mais sobre audiodescrição
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
A audiodescrição é um recurso de acessibilidade, um instrumento poderoso de inclusão social, cultural e
A atividade de consultoria em audiodescrição é desempenhada por pessoas com deficiência visual (cegueira ou


Mais sobre audiodescrição
Pelo segundo ano consecutivo, o espetáculo de Natal apresentado no Palácio Avenida, em Curitiba, contou
A audiodescrição é um recurso de acessibilidade, um instrumento poderoso de inclusão social, cultural e
A atividade de consultoria em audiodescrição é desempenhada por pessoas com deficiência visual (cegueira ou