Audiodescrição entra na pauta do Ministério das Comunicações

Desde que assumiu o cargo a frente do Ministério das Comunicações, o ministro Paulo Bernardo vem sendo bombardeado nas redes sociais com mensagens via Facebook e Twitter solicitando posicionamento a respeito do cumprimento da Portaria 188 que determina a veiculação de "míseras" duas horas por semana de programação com audiodescrição pelas emissoras de televisão a partir de julho/2011. Até uma Carta Aberta foi enviada para o ministro, com cópia para a ministra de Direitos Humanos, para o Conselho Nacional de Direitos das Pessoas com Deficiência e entidades representativas de pessoas cegas e com síndrome de Down. O ministro afirmou que a audiodescrição está na pauta e deverá ter decisão em breve.

Ministro das Comunicações é entrevistado em programa transmitido via redes sociais e afirma que audiodescrição está na pauta

Surpreendentemente, ontem, sábado, sem que fosse especificamente questionado, o simpático e conectado Ministro citou o assunto durante uma longa entrevista para o programa "Na Varanda Cast", que é transmitido em streaming pela Internet e algumas redes sociais. Durante toda a transmissão, que durou quase duas horas, o "Na Varanda Cast" esteve em primeiro lugar no TTS-BR, chegando ao ponto dos entrevistadores se perderem em meio a enorme quantidade de twets com perguntas para o ministro e comentários sobre o programa. Para não fugir a regra, também não faltou a praga dos spamers.

Gravamos a entrevista transmitida em streaming pelas redes sociais e disponibilizamos o trecho em que o ministro fala como tomou conhecimento da "autodescrição" (risos), assunto que já vinha sendo tratado pelo seu antecessor, e que, segundo o ministro, "agora precisa de uma solução".

Mais sobre audiodescrição
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em
Uma demanda da comunidade cega e das pessoas com deficiência visual consumidoras de televisão por
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Ministério da Cultura


Mais sobre audiodescrição
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em
Uma demanda da comunidade cega e das pessoas com deficiência visual consumidoras de televisão por
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Ministério da Cultura