Ronaldinho despediu-se do futebol: saiba o que só com audiodescrição você poderá conhecer

Com a cabeça baixa, os olhos vermelhos, tentando conter as lágrimas, Ronaldinho despede-se de sua carreira profissional no futebol.

Ronaldinho

Como audiodescritora, não pude deixar de observar os gestos, a aparência, os trejeitos presentes na ação os quais demonstram todo o seu incômodo, um certo nervosismo  e emoção. Com a barba por fazer, cabelo curto penteado para frente, com uma camisa de gola polo listrada de cinza, preto e branco da Nike e bermudas pretas, Ronaldo entrou e sentou-se entre o presidente do Corinthians e seus dois filhos, o menor sentado no colo do mais velho. O Fenômeno passou a mão pelo rosto, enxugou diversas vezes a testa, incomodado com o calor, coçou o pescoço e a costeleta, o nariz, a orelha, mexeu em seu laptop, tentando a todo custo segurar as lágrimas que desceram teimosas quando ele agradeceu ao Corinthians, não sem antes respirar fundo e olhar para os filhos.

O filho menor com cabelos pretos encaracolados, olhos ligeiramente puxados e nariz arrebitado, um tanto inquieto, do colo do irmão passou para o colo do pai. Tanto o caçula como o filho mais velho já adolescente, também moreno de cabelos curtos encaracolados usavam camisas do Corinthians. Na parede branca de fundo, os logos dos patrocinadores: Tim, Bozzano, Coca Cola, Kaiser, Nike e Poderoso Timão; na frente uma multidão de fotógrafos, jornalistas e cinegrafistas registrando tal momento histórico para o futebol brasileiro.

Assim como os surdos precisam das legendas e da interpretação em LIBRAS para entender o que Ronaldinho falou na sua despedida, também as pessoas com baixa visão e cegas têm o direito de saber e conhecer os gestos, expressões, as informações que nos chegam pelas imagens. Gestos, expressões, aparência física, vestuário,  tudo isso tem significado, o que, certamente, completa, enriquece, modifica o texto lido ou ouvido.

Por Lívia Motta

Fonte: Ver Com Palavras

Mais sobre audiodescrição
Imagine ter toda a sensação de estar no estádio do Castelão, sentir a vibração da
A Paralimpíada Rio 2016 traz mais de 4 mil atletas de 179 comitês nacionais para
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos


Mais sobre audiodescrição
Imagine ter toda a sensação de estar no estádio do Castelão, sentir a vibração da
A Paralimpíada Rio 2016 traz mais de 4 mil atletas de 179 comitês nacionais para
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos