Fundação Dorina Nowill realiza curso de roteiro e produção de audiodescrição

O curso “Formação em Audiodescrição: Roteiro e Produção”, desenvolvido pela Museus Acessíveis em parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos, tem como objetivo formar profissionais para atuar e desenvolver audiodescrição em produtos culturais e de comunicação, resultando na inclusão cultural das pessoas com deficiência visual.A audiodescrição garante a inclusão das pessoas com deficiência visual em eventos, cinema, espetáculos de teatro, óperas, exposições culturais e de artes. É um recurso que descreve o ambiente e imagens, transformando as imagens visuais em informações verbais descritivas. O curso será composto por aulas teóricas e atividades práticas sobre as diferentes modalidades de audiodescrição e suas especificidades como: eventos presenciais, cinema, publicidade, produtos editoriais, exposições e outros. A coordenação e aulas prático-teóricas são de responsabilidade de Viviane Sarraf e também contamos com convidados especiais representando o público alvo da audiodescrição e os profissionais que estão atuando na área. Carga Horária: 40 horas presencial e a distância Local: Auditório da Fundação Dorina Nowill para Cegos Data: 02, 09, 16, 23 e 30 de Maio de 2011 Público Alvo: Profissionais e estudantes das áreas de comunicação, tradução, educação, cultura, artes, museus, produção cultural e interessados. Taxa de inscrição: R$ 380,00 e R$ 320,00 para estudantes e professores com comprovante. Benefícios: Certificado e apostila em arquivos digitais. Local: Auditório da Fundação Dorina Nowill para Cegos
Rua Dr. Diogo de Faria, 558 – Vila Clementino – São Paulo – SP (próximo ao Metrô Santa Cruz)
Contato: (11) 5087-0999 ramal 0955 – às segundas e quintas-feiras pela manhã. Participação Docente: Regina Fátima Oliveira – Coordenadora da Revisão Braille da FDNC,
Maria Regina Lopes – Assistente Social – FDNC
Antonio Carlos Grandi – Diretor e Coordenador dos Cursos de Informática – FDNC Palestrantes e temas: Edson Defendi – FDNC – A pessoa com deficiência visual e a audiodescrição
Susi Maluf – FDNC – Audiodescrição – Processo de produção de produtos audiodescritos
Lúcia Maria e Marcelo Sanches (ledores) – Da leitura de Livros Falados à Audiodescrição: mudanças e características
Eliana Franco – Coordenadora do TRAMADAN – UFBA – Pesquisas em Audiodescrição e contribuições para o desenvolvimento da área no Brasil. Fonte: Revista Museu – Cultura levada a sério

Mais sobre audiodescrição
A Universidade Estadual do Ceará (UECE) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB) oferecem cursos
O Itaú Cultural promove em dezembro a segunda edição do "Entre Arte e Acesso", evento
Objetivos: o curso de audiodescrição Da Imagem Estática a Palavra Falada tem por objetivo fornecer


Mais sobre audiodescrição
A Universidade Estadual do Ceará (UECE) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB) oferecem cursos
O Itaú Cultural promove em dezembro a segunda edição do "Entre Arte e Acesso", evento
Objetivos: o curso de audiodescrição Da Imagem Estática a Palavra Falada tem por objetivo fornecer