Programação eclética do MIS Campinas tem filmes para todos os gostos

A programação do cineclube do Museu da Imagem e do Som (MIS) Campinas para o mês de março tem atrações para todos os gostos. Eclética, a agenda tem exibição de grandes shows do ciclo Festivais, clássicos do cinema no ciclo Diversidade Cultural e ciclo de filmes com audiodescrição, sempre com debate após cada exibição.

Charles Chaplin - cena do filme "Tempos Modernos"

Charles Chaplin no clássico "Tempos Modernos"

Outra atração é o Circuito de Vídeo Popular em Campinas, que vai exibir, nesta quarta-feira (16), duas produções.

O objetivo é apresentar uma rede alternativa de exibição, fora dos espaços comerciais. Esta semana, além de Campinas, em vários pontos de São Paulo também haverá exibições.

A organização é do Coletivo de Vídeo Popular de São Paulo e Coletivo de Comunicadores Populares.

Confira a programação:

Circuito de Vídeo Popular

16/03 – 19h30 – "Qual Centro?"
O documentário debate o projeto de revitalização da região central da cidade de São Paulo tendo como personagem os moradores de uma ocupação num posto de gasolina e toda sua luta pelo direito a moradia.

"Fulero Circo"
Depois de tantos maus tratos, de viver entre os ratos, de ter que achar o absurdo legal, a Trupe Fulero Circo formada por desempregados e trabalhadores ocasionais viajou pelo Brasil para apresentar sua peça de rua "O mistério do novo", uma investigação sobre os dias de hoje.

Ciclo: Diversidade Cultural

18/03 – 19h00 – "Em Segredo"
Esma mora com sua filha de 12 anos, Sara, em Grbavica, um bairro na cidade de Sarajevo. Quando Sara a comunica que quer participar de uma excursão da escola, Esma se esforça para pagar o preço da viagem, apesar de ter um certificado provando que o pai de sua filha é um herói de guerra, o que lhe daria desconto. Isso porque ela não quer revelar esse fato a Sara.

19/03 – 16h00 – "As Luzes de um Verão"
Lien tem 23 anos, trabalha como garçonete num café cuja dona é sua irmã mais velha Suong. Ela divide um apartamento com seu irmão mais velho, Hai, que é ator. No dia do aniversário de morte de sua mãe, Lien, Hai e Khanh, a irmã do meio, se encontram no café de Suong para honrar a memória da mãe.
Durante o dia, as irmãs vivem um clima de intensa cumplicidade. Elas contam tudo umas para as outras e procuram se aconselhar mutuamente. Assim, descobrem que cada uma delas tem um segredo.

Ciclo: Festivais

19/03 – 19h30 – "Barão Vermelho – 1985 – Rock in Rio"
Show apresentado no Rock in Rio, dia 15 de janeiro de 1985, o primeiro grande festival realizado no Brasil e que colocou o país na rota das grandes bandas internacionais.
O Barão Vermelho tocou depois do cantor Eduardo Dusek e do grupo Kid Abelha e antes dos internacionais Scorpions e AC/DC, e fizeram bonito, conseguindo entreter 200 mil pessoas com muita garra e confiança, apresentando o show do seu terceiro disco "Maior Abandonado".
Uma característica da apresentação, que não pode passar em branco, são as cores das roupas verde e amarelo tanto da banda como boa parte do público, dando boas vindas à nova república devido a vitória do candidato Tancredo Neves.

Ciclo: "O Século do Cinema"

25/03 – 16h00 – "Tempos Modernos"
Um operário de uma linha de montagem, que testou uma "máquina revolucionária" para evitar a hora do almoço, é levado à loucura pela "monotonia frenética" do seu trabalho. Após um longo período em um sanatório ele fica curado de sua crise nervosa, mas desempregado.
Ele deixa o hospital para começar sua nova vida, mas encontra uma crise generalizada e equivocadamente é preso como um agitador comunista, que liderava uma marcha de operários em protesto. Simultaneamente, uma jovem rouba comida para salvar suas irmãs famintas, que ainda são bem garotas. Elas não têm mãe e o pai está desempregado, mas o pior ainda está por vir, pois ele é morto em um conflito. A lei vai cuidar das órfãs, mas enquanto as menores são levadas, a jovem consegue escapar.

26/03 – 16h00 – "O Nascimento de uma Nação"
Um dos mais polêmicos filmes da cinematografia norte-americana, "O Nascimento de uma Nação" conta a saga de duas famílias, uma do norte e outra do sul em meio à guerra civil. O filme foi baseado na obra literária "The Clansman", de Thomas Dixon e chegou a estrear em Los Angeles com esse título. Com este filme, Griffith revolucionou todo o conceito de cinema da época.
Todas as técnicas básicas conhecidas hoje, e que são usadas em todos os filmes, foram iniciadas por ele, em um filme tecnicamente perfeito, inovando principalmente nos planos abertos, utilizados em cenas de batalha muito bem conduzidas e coreografadas, montagem paralela, a narrativa inovadora. Mas, mesmo com tantas qualidades, "O Nascimento De Uma Nação" expõe um conteúdo repulsivo e racista.
No filme, os negros são os vilões da história, são acusados de serem responsáveis por tudo de ruim que aconteceu com o povo americano durante a Guerra Civil. E ainda são mostrados como um bando de porcos, sem educação, que vivem bebendo e maltratando os brancos, que por sua vez, são mostrados como vitimas. Só pra se ter uma ideia, o herói da história é o lider fundador da Ku Klux Klan.

Promoção do "Fanzine MOSH"

30/03 – 19h00 – "Breaking Brasilian Bones in Europe"
O filme "Breaking Brasilian Bones in Europe" ("Quebrando ossos brasileiros na Europa") é um documentário que conta as aventuras e desventuras de sete brasileiros exóticos e roqueiros – Gordo Verde, Calça Laranja, Ferro no Dread, Olho Puxado, Nariz de Árabe, Galã de Novela, Barba de Terrorista – integrantes das Bandas "Leptospirose" (SP) e "Merda" (ES) em turnê pela Europa, para tocar em 30 shows em 30 dias.
Em uma manhã escura, cinza e com muita neblina, depois do sétimo show, eles bateram a van na traseira de um enorme caminhão que tinha parado no meio da rodovia na Alemanha. O acidente foi muito violento, eles ficaram severamente feridos, um deles com risco de ficar tetraplégico. Depois de muitos dias, meses, anos e muito choro, eles podem agora rir disso tudo.

Serviço:

Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas
Local: MIS Campinas. Palácio dos Azulejos, Rua Regente Feijó, 859, Centro. (19) 3733-8800
Entrada: gratuita

Fonte: campinas.com.br

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo