Cineclube MIS oferece programação de filmes divididos em ciclos

O Museu da Imagem e do Som (MIS) Campinas exibe todas as sextas e sábados o Circuito MIS de Cinema. São filmes em DVD seguidos de debates com o público. Dividida em ciclos (O século do cinema, festivais, audiodescrição, os arquivos da ditadura e diversidade cultural), a programação para o mês de abril está recheada de clássicos que dificilmente são encontrados em todas as videolocadoras. Alguns exemplos são o premiado “Cidadão Kane” e o documentário “A Comuna de Paris”, parte 1 e 2.

Confira a programação:

Ciclo – Os arquivos da ditadura – tortura e impunidade

08/04 – 19h00 – Vala Comum
A partir de uma vala comum clandestina encontrada no Cemitério de Perús (SP), um passado mantido oculto emerge para exumar uma parte da história recente do país.

08/04 – 19h30 – Você também pode dar um presunto legal
Uma reflexão de que o esquadrão da morte em SP (1968/69), que era comandado pelo famigerado Delegado Fleury, foi um ensaio geral para a repressão política que veio a seguir, com tortura e assassinatos.

09/04 – 16h00 – Garage Olimpo
Durante a ditadura militar em Buenos Aires, Maria vive com sua mãe, Diana, em uma casa grande e antiga que precisa de reforma. Alguns cômodos estão alugados e em um deles vive Félix, um jovem tímido que parece não ter passado nem família, que diz que trabalha como vigilante em uma garagem.
Maria trabalha como educadora na alfabetização de adultos num bairro na periferia da capital. Numa manhã, um grupo armado invade sua casa e prende Maria na frente de sua mãe. Ela é levada para Garage Olimpo, um dos numerosos centros de tortura utilizados pelos militares, localizado no centro de Buenos Aires, perante a indiferença e ignorância geral.

Ciclo Festivais

09/04 – 19h30 – Deep Purple – Live at Mountreaux
O Montreux Jazz Festival teve início em 1967, desde então se estabeleceu como um dos eventos musicais de maior prestígio em todo o mundo. O Deep Purple é uma das maiores bandas britânicas de todos os tempos e sua relação com o festival foi imortalizada no clássico "Smoke on The Water", escrita originalmente para o álbum de 1972 "Machine Head". A letra narra o famoso incêndio ocorrido em Mountreux durante a apresentação do Frank Zappa and The Mothers of Invention em que os integrantes do Deep Purple estavam assistindo, além desse fato ter inspirado um dos riffs mais famosos da história do rock.

16/04 – 19h30 – Scorpions: Live At Wacken Open Air”
ao vivo no maior festival da atualidade, o "Wacken Open Air", na Alemanha, o show apresenta uma viagem no tempo pelas diversas fases da banda, com as participações mais que especiais dos lendários guitarristas Uli Jon Roth, que integrou a banda de 1974 a 1978, Michael Schenker, irmão de Rudolf Schenker que gravou o primeiro disco em 1972 e participou do disco de 1979, além de Herman Rarebell que tocou bateria de 1977 à 1995.
O set list foi escolhido por votos no site oficial do grupo pelos fãs, o que garantiu a presença de vários clássicos da banda, entre eles, “Bad Boys Running Wild", "The Zoo" e "Picture Live".

Ciclo Diversidade Cultural – outras linguagens, outros olhares

15/04 – 19h00 – O Céu Azul Gigante (Khadak)
A mística história de Bagi, um jovem de 17 anos que cuida de um rebanho na Mongólia. Ele possui um dom e seu destino é ser um sacerdote. Quando uma praga ataca sua região, todos os animais são mortos e os nômades são obrigados a viver em pequenas escavações. Com a ajuda de Zotzaya, uma bonita ladra de carvão, ele provoca uma revolução. O filme fez parte da seleção oficial do Festival de Sundance em 2007 e foi premiado no Festival de Veneza em 2006.

16/04/2011 – 16h00 – A Teta Assustada
"A Teta Assustada" é a metáfora do rompimento. Um país reprimido que só pode se expressar através do inconsciente: seus mitos, seus medos, seus traumas. O corpo de uma mulher expressa o vazio que precisa ser preenchido, a angústia que precisa se acalmar, o pavor de encontrar algo diferente e de perder o controle.

Ciclo – O século do cinema

23/04 – 16h00 – Cidadão Kane
Baseado na vida do magnata das comunicações William Randolph Hearst, conhecemos a história de Charles Foster Kane, o homem que construiu um império a partir do nada, mas que vivia uma vida pessoal extremamente ruim. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro, é considerado um dos filmes mais importantes da história.

29/04 – 19h00 – A Comuna de Paris – Parte I
30/04 – 16h00 – A Comuna de Paris – Parte II
Peter Watkins, de origem britânica, foi diretor de vários documentários produzidos por TVs europeias e de alguns filmes comerciais (entre eles, “Punishment Park”, 1970). O conjunto da obra do “diretor maldito” (alguns de seus filmes foram censurados pelas TVs e boicotados por poderosas distribuidoras de cinema) se distingue por uma contundente crítica à violência da guerra e ao papel dos meios de comunicação, em particular da TV, no capitalismo contemporâneo. A este respeito, suas palavras são definitivas: "(…) (a TV) está nas mãos de uma elite de poderosos, de magnatas, de executivos, de diretores de programas e de produtores que dispõem de um poder colossal e que impõem, por toda parte, a sua ideologia globalizante e comercial, cruel e cínica, recusando obviamente a dividir este poder".
Em "La Commune", Watkins, de forma criativa e inteligente, coloca em cena duas (imaginárias) emissoras de TV – a TV Versalles (oficial) e a TV Comunal (democrática e popular) – fazendo a cobertura e a interpretação dos fatos ocorridos na Comuna de Paris. Homens e mulheres da classe trabalhadora, pequena e grande burguesia, dirigentes comunardos, soldados da guarda nacional, militares leais ao governo, religiosos, jornalistas, porta-vozes da burguesia etc, manifestam abertamente suas conflitivas opiniões e expectativas políticas e sociais.
Sem fazer apologias ou simplificar, o filme mostra as dificuldades, os conflitos e os dilemas que enfrentam homens e mulheres – ainda inexperientes politicamente e acossados duramente pela reação conservadora e repressão militar – quando buscaram construir um governo radicalmente democrático e socialmente emancipador.

Programação Especial – promoção do Fanzine Mosh

27/04 – 19h00 – Jimi Hendrix – Voodoo Child
Em apenas quatro anos, Jimi Hendrix deixou uma marca indelével no mundo, moldando a música e a cultura popular. Ele continua sendo um músico inovador tendo praticamente reformulado o vocabulário da guitarra elétrica para as gerações futuras. O filme é um documentário, uma viagem autobiográfica que revela o homem como nunca antes, com as próprias palavras do lendário músico para contar a história de sua vida notável.
Com base em entrevistas concedidas por Hendrix, juntamente com cartas, escritos e gravações, muitas fotografias e filmes do arquivo da família do músico, “Jimi Hendrix Voodoo Child” proporciona uma nova visão sobre um dos ícones mais duradouros da cultura popular.

Circuito de exibição do vídeo popular

28/04 – 19h00 – Qual centro?
O filme debate o projeto de revitalização da região central da cidade de São Paulo tendo como personagem os moradores de uma ocupação num posto de gasolina e toda sua luta pelo direito a moradia.

(Na sequência) "Fulero circo"
Depois de tantos maus tratos, de viver entre os ratos, de ter que achar o absurdo legal, a Trupe Fulero Circo formada por desempregados e trabalhadores ocasionais viajou pelo Brasil para apresentar sua peça de rua “O mistério do novo”, uma investigação sobre os dias de hoje.

Ciclo Audiodescrição

30/04 – 15h00 – Verônica (nacional)
Verônica é professora da rede municipal de ensino há vinte anos e agora, na iminência de se aposentar e passando por sérios problemas pessoais, está exausta e sem a paciência de sempre. Um dia, na escola em que trabalha, ela percebe que ninguém veio buscar Leandro, um aluno de oito anos. Já é tarde da noite quando a professora decide levá-lo em casa. Ao chegar no alto do morro, encontram a polícia e muito tumulto. Traficantes mataram os pais de Leandro e querem matá-lo também. Verônica foge com o menino. Ela procura ajuda e descobre que a policia também está ligada ao assassinato dos pais da criança. Sem poder confiar em ninguém, ela decide esconder o garoto. Assim, Verônica é obrigada a enfrentar policiais e traficantes para sobreviver. E enquanto procura uma maneira de escapar com o menino, redescobre sentimentos que estavam adormecidos na sua vida.

Cine Open Doors

30/04 – 19h30 – A Noiva do Oriente
Pete de Jaeger é um jovem consultor sul-africano, que vive negligentemente sua vida cristã, sem saber que outros cristãos ao redor do mundo pagam caro por professar a mesma fé que ele. No entanto, uma viagem ao Oriente Médio muda sua percepção e abre seus olhos para o desafio que é ser cristão em um ambiente hostil.

Serviço:

Cineclube – MIS
Local: MIS Campinas. Palácio dos Azulejos, Rua Regente Feijó, 859, Centro. (19) 3733-8800
Entrada: gratuita

Fonte: CAMPINAS.COM.BR

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo