Festival de Ópera de Manaus será completamente acessível

O Festival de Ópera do Amazonas chega a sua 15ª edição nesta terça-feira (26), apresentando três obras na íntegra, estendendo a programação para o município de Iranduba e bairros afastados do centro. Além disso, desde 2009, o Festival de Ópera vem ampliando a inclusão para deficientes físicos, visuais e auditivos nas apresentações.

Festival de Ópera: orquestra tocando; músicos lêeem as partituras

A 15ª edção do Festival de Ópera do Amazonas começa nesta terça-feira, em Manaus. Foto: Arlesson Sicsú

A abertura será na terça, às 20h no Teatro Amazonas com a ópera completa "Sour Angélica", de Giacomo Puccini. Quem não conseguir ir na abertura, poderá conferir a obra no dia 30 de abril, novamente no Teatro.

Para atingir um público maior, o Festival de Ópera também prevê apresentações de "Sour Angélica" no município de Iranduba (7 de maio, 20h), no Centro de Convivência da Família Padre Vignola, na Cidade Nova (15 de maio, 19h), e no Centro de Convivência do Idoso, Aparecida (21 de maio, 20h).

A produção do XV Festival de Ópera do Amazonas envolve mais de duas mil pessoas direta e indiretamente. Mais de mil peças de roupas foram confeccionadas pela Central Técnica de Produção desta edição, algumas com reaproveitamento de peças usadas em apresentações anteriores.

As atrações mais esperadas são as óperas na íntegra "Sour Angélica", "Dialogues des Carmelites", e "Tristan uns Isolde". O encerramento do Festival de Ópera será no 29 de maio com o Espetáculo "Cenas Líricas – 15 anos do FAO", às 19h, no Centro Cultural Largo de São Sebastião.

Os ingressos ainda estão a venda na bilheteria do Teatro Amazonas, de segunda a sábado das 9h às 19h, e aos domingos das 14h às 19h. Também é possível comprar pelo site www.bestseat.com.br . Os preços vão de R$ 5,00 até R$ 80,00, e estudantes e idosos podem comprar pela metade do preço. Para mais informações acesse www.amazonasfestivalopera.com, ou ligue para a bilheteria do Teatro Amazonas, (92) 3232 1768.

Festival de Ópera: Inclusão

Em 2009, a apresentação da Ópera "Sansão e Dalila", de Camille Saint Seans, foi a primeira do Festival de Ópera do Amazonas com audiodescrição para deficientes visuais, e tradução em Libras para deficientes auditivos. Este ano o evento amplia os recursos para uma melhor inclusão cultural. Além das rampas de acesso, banheiros e lugares reservados para cadeirantes, uma equipe está sendo treinada para atender as pessoas com necessidades especiais, e a sinopse do evento será distribuída também em Braille.

Todas as apresentações contam com legenda convencional e em Libras no telão. Ao todo, quatro óperas serão apresentadas com o serviço de audiodescrição, três no Teatro Amazonas, e uma no Largo de São Sebastião, veja o calendário a seguir:
– "Suor Angélica", 30 de Abril, 20h – Teatro Amazonas (20 fones)
– "Dialogues des Carmelites", 03 de Maio, 20h – Teatro Amazonas (20 fones)
– "Tristan uns Isolde", 22 de Maio, 19h, Teatro Amazonas (20 fones)
– Espetáculo "Cenas Líricas – 15 anos do FAO", 29 de Maio, 19h, apresentação no Centro Cultural Largo de São Sebastião (40 fones com audiodescrição no Teatro Amazonas).

Fonte: D24am

Mais sobre audiodescrição
A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC), em parceria com o British
A São Paulo Companhia de Dança, sob direção artística de Inês Bogéa, convida para estreia
Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Theatro São


Mais sobre audiodescrição
A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC), em parceria com o British
A São Paulo Companhia de Dança, sob direção artística de Inês Bogéa, convida para estreia
Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Theatro São