Audiodescrição no Festival Internacional de Intercâmbio de Linguagens

Confira as atrações do FIL – FESTIVAL INTERNACIONAL DE INTERCÂMBIO DE LINGUAGENS que traz o melhor da artes cênicas nacional e internacional para o público infanto-juvenil.

PROGRAMAÇÃO DO FIL – FESTIVAL INTERNACIONAL DE INTERCÂMBIO DE LINGUAGENS

BRAVO BRASIL / ORQUESTRA LYRA TATUÍ (Tatuí/SP) – Espetáculo cênico inovador, apresentado por orquestra de jovens, com idades entre seis e dezesseis anos. Com um repertório de músicas brasileiras selecionadas, a orquestra brinca de tudo: percussão corporal, maracatu, frevo, samba, choro, carimbo, baião. Participação especial: Josivaldo Silva (repentista). Teatro Oi Casa Grande. 3ª (05/07), às 20h. Livre. 60 min.

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO / CIRCO MÍNIMO (São Paulo/SP) – O circo e o teatro são técnicas utilizadas para contar a história sobre a capacidade criativa da criança e busca da maturidade. Cordas suspensas exploram a metáfora da "cabeça na lua", do menino e a solução que vai encontrar no céu, na figura do Gigante. O espaço aéreo evidencia a magia do diálogo entre adultos e crianças em uma relação prazerosa. Teatro Municipal do Jockey. 4ª (06/07) e 5ª (07/07), às 16h30. Indicação: a partir de 3 anos. 50 min.

UM AMIGO DIFERENTE? / CIA. OS INCLUSOS E OS SISOS (Rio de Janeiro/RJ) – Um musical rock com trilha sonora de Maria Gadú e recheado de situações divertidas que apontam para o direito de toda a criança e adolescente: expressar sua identidade. O espetáculo ultrapassa barreiras, firmando a acessibilidade como direito fundamental de todo o público, ao utilizar a audiodescrição e o programa em Braille. Oi Futuro Flamengo. Sáb.(09 e 16/07), e dom. (10 e 17/07), às 11h30. Indicação: a partir de 6 anos. 50min.

O TRAVESSEIRO / VELHA COMPANHIA (São Paulo/SP) – Uma metáfora sobre a morte, um difícil tema que é abordado na peça com delicadeza e humor, em um tom adequado ao público a que se destina. O espetáculo é centrado nas aventuras da pequena Didi e sua busca para desvendar um mistério: seu irmão se transformou em um travesseiro. Essa constatação mexe com a imaginação da menina e suscita uma série de questionamentos sobre temas essenciais no processo de crescimento infantil. Oi Futuro Ipanema. Sáb (09/07). e dom. (10/07), às 16h. Indicação: a partir de 2 anos. 50 min.

A CORTINA DA BABÁ / GRUPO SOBREVENTO (SP) – Uma babá cochila enquanto costura uma grande cortina azul, bordada com figuras que representam animais em uma pequena aldeia. Ao quinto ronco, as figuras vão ganhando vida, aos poucos. Primeiramente, os animais bordados no tecido começam a mexer-se. Depois, as pessoas que habitam uma aldeia saem das suas casas e se divertem. Teatro Municipal do Jockey. Sáb. (09/07) e dom. (10/07), às 16h30. Indicação: a partir de 3 anos. 50 min.

AS ATRIBULAÇÕES DE VIRGÍNIA / HERMANOS OLIGOR (Espanha) – Já pensou em uma peça, com bonecos autômatos animados por roldanas e pedais, brinquedos mecânicos e máquinas inspiradas em experimentos de causa-efeito? Entre a barraca de feira e o circo, o espetáculo conta uma história de amor e desamor. Valentín vai acionando diferentes mecanismos, ao mesmo tempo em que conta sua história embalada por música de feira, tango e caixas de música. Teatro Municipal do Jockey. Sáb (09/07). e dom. (10/07), às 19h. Indicação: a partir de 10 anos. 1h20. (Tradução em tempo real).

20 MINUTOS SOBRE O MAR / KATHY DEVILLE (França) – Kathy Deville, reconhecida artista francesa por sua imersão no teatro do objeto, nos mostra os desejos de uma personagem de sonhos (ou pesadelos). Através da sua relação com a água, objetos ganham vida, transformando-se em significados poéticos. Oi Futuro Ipanema. 3ª (12/07),  às 16h e 17h30; 4ª (13/07), às 18h e 19h30. Indicação: a partir de 7 anos. 20min. Após as sessões das 17h30 (3ª) e 19h30 (4ª),  bate-papo com Kathy Deville.

EL TANGO ES PURO CUENTO / ARTISTAS INDEPENDENTES (Buenos Aires/Argentina) – Um projeto audiovisual que surgiu a partir da necessidade de apresentar o incrível mundo do tango para crianças. Um time seleto de artistas desenvolve a tarefa de valorizar a cultura tangueira, pelo mundo, como arte popular. Através de canções teatrais e uma dezena de histórias, se revela um pouco da cultura argentina. Oi Futuro Ipanema. 3ª (12/07), às 19h30; 4ª (13/07), às 16h. Indicação: a partir de 5 anos. 1h10.

O ROMANCE DO VAQUEIRO BENEDITO / MAMULENGO PRESEPADA (Taguatinga/DF) – O espetáculo mistura personagens clássicos da cultura popular, aos personagens tradicionais da Commedia DellArte. Estão em cena, a, Cobra grande, Bumba-meu-boi, o Urubu Limpa Mundo e o Passarinho Boa Nova. Mas outros podem entrar ao sabor dos improvisos e da comunicação direta com o público, feita por Chico Simões, nessa forma mais popular e tradicional do teatro. Teatro Municipal do Jockey (lateral). 3ª (12/07), às 16h30 e 18h30. Livre. 50 min.

O HOMEM QUE AMAVA CAIXAS / CIA. DE TEATRO ARTESANAL (Rio de Janeiro/RJ) – Embalada por uma trilha minimalista, especialmente composta para a peça e cantada, ao vivo, pelos atores, o espetáculo surge das imagens construídas a partir de livro de Stephen Michael King. Atores, bonecos, máscaras, canto se misturam em cenário composto por caixas. Um delicado e emocionante relacionamento entre um homem introvertido e seu filho, por meio de brincadeiras e do silêncio, conseguem demonstrar o amor que sentem um pelo outro. Teatro Municipal do Jockey. 4ª (13/07) e 5ª (14/07), às 17h. Indicação: a partir de 2 anos. 45 min.

CABELOS ARREPIADOS / CIA ALL IMPROVISO ITÁLIA + GEORGES GAGNERÉ + ELENCO DE ARTISTAS BRASILEIROS). O espetáculo é apresentação do resultado do encontro entre os artistas. Oi Futuro Flamengo. 5ª (14/07), às 19:30h.

NOITE DA CULTURA POPULAR / CARIMBÓ DE SANTARÉM (Pará) – Carimbó é uma junção caprichosa do pé batido indígena com o rebolado africano. A curiosidade do grupo é ser formado exclusivamente por lavradores, pescadores e tiradores de caranguejo da própria comunidade. Eles próprios inventam e produzem seus instrumentos. Teatro Carlos Gomes. 5ª (14/07), às 20h. Livre.

NOITE DA CULTURA POPULAR/ LIA DE ITAMARACÁ / (PE) – Ciranda de Ritmos é o show apresentado pela reconhecida cirandeira, inspirado principalmente no músico saxofonista e compositor de 90 anos, que acompanhou Lia nos seus últimos 35 anos: Seu Bezerra ou Bezerra do Sax. É dele parte da deliciosa culinária musical da apresentação, com a mistura da ciranda, coco, maracatu, frevo e maxixe. lama e do coração! Teatro Carlos Gomes. 5ª (14/07), às 20h. Livre.

ENCANTADORES DE HISTÓRIAS / CAIXA DO ELEFANTE TEATRO DE BONECOS (Porto Alegre/RS) – Dois contadores e cantadores de histórias, montados em um triciclo, apresentam dois contos de Hans Christian Andersen: "O soldadinho de chumbo" e "Tudo está bem quando acaba bem". Os Encantadores, utilizam bonecos e música ,brincam com as palavras, em versos, transformando a história num inteligente jogo de atenção. Teatro Municipal do Jockey.Sáb (16/07) e dom. (17/07), às 16h30. Indicação: a a partir de 4 anos. 45 min.

FELICIDADE DE UMA ESTRELA / TEATRO ALL’IMPROVISO (Italia) – O espetáculo é uma dança de pincéis e lápis deslizando sobre uma superfície criando rostos de crianças. Ao todo, são nove pinturas acompanhadas ao som de uma harpa clássica. Oi Futuro Ipanema. Sáb . (16/07) e dom. (17/07), às 16h e 17h30. Indicação: a partir de 2 anos. 40 min.

A TECELÃ / CAIXA DO ELEFANTE TEATRO DE BONECOS (Porto Alegre/RS) – Uma tecelã, capaz de converter em realidade tudo o que tece com seus fios, busca preencher o vazio de seus dias. O espetáculo trata da solidão feminina de uma forma poética, das dificuldades de relacionamento, e do poder criativo como possibilidade de transformação. Sem falas, a Tecelã provoca o imaginário e a poesia do público. Oi Futuro Ipanema. Sáb (16/07). e dom. (17/07), às 20h. Indicação: a partir de 10 anos. 50 min.

CAFÉ COM QUEIJO / GRUPO LUME (Campinas/SP) – No aconchego de uma colcha de retalhos, fala-se um pouco de tudo: de curas para males de saúde e do coração, das artes da conquista, de comida, festa, morte, trabalho, solidão, canções e versos. Neste espetáculo delicado, tudo tem cheiro e sabor, e não apenas de café com queijo ralado – bebida típica oferecida aos atores no interior de Tocantins. Teatro Municipal do Jockey, Sáb. (16/07) e dom. (17/07), às 20h. Indicação: a partir de 7 anos. 1h20.

MOSTRAS PARALELAS:

MOSTRA COMKIDS – Parceria FIL, Prix Jeunesse Iberoamericano e ComKids. Sessão com conteúdos de qualidade, onde o mundo e a vida são vistas das formas divertidas e coloridas.

PROGRAMA 1:
Tonky, de Walter Tournier ( 1:30:. Animação).
Tonky é um menino de 4 anos que está sempre brincando. Criativo, gracioso, curioso, ele consegue se divertir com qualquer objeto, enquanto brinca e aprende muitas coisas.
O veado e a onça , de Raquel Pedreira (13min. Bonecos + dobraduras).
Histórias do folclore brasileiro que falam sobre as difíceis relações com inimigos.
O pequeno bosque ilustrado, de Cecília Hecht (5min. Bonecos).
A partir de figuras geométricas e primeiras noções de cor, um pintor ensina a desenhar e pintar alguns animais de regiões da Argentina.
Matematica (14min. Documentário).
Este programa é dedicado a criar o interesse das crianças pela matemática.

PROGRAMA 2:

A antiga China, de Federico Badia (Argentina. 18min. Animação).
Série para crianças que fala sobre as grandes civilizações. Fatos históricos são apresentados de forma divertida. A civilização chinesa é foco neste episódio.
A menina espantalho, de Cássio Pereira dos Santos (13min. Live action).
Luiza mora no campo com a família. Impedida de ir a escola, a menina cuida de um arrozal e busca outros caminhos para aprender a ler.
Genji, de Diederick Van Rooijen (Holanda. 14min. Live action ).
Esta é a história de Bo, uma garota chinesa e sua amiga Lot, portadora de deficiência visual e as ameaças e preconceitos do garoto Vicente.Dublado em português.

Instituto Moreira Salles.
Sáb. (09 e 16/07) e dom. (10 e 17/07), das 11h às 12h30.
Sala Helio Eichbauer. Sáb. (09 e 16/07) e dom. (10 e 17/07), das 10h às 12h30 e das 14h ás 16h30.

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma


Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma