EBC lança edital de contratação – inclusive audiodescritores

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) lançou três editais de concurso público para preencher um total de 537 vagas imediatas, distribuídas entre os cargos de técnico (nível médio), analista (nível superior), jornalista (nível superior) e gestor (nível superior).

Além disso, seleção ainda vai formar cadastro reserva em todos os cargos mencionados. A banca contratada para elaborar as provas e organizar o certame foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). As remunerações iniciais variam de R$ 1.698 a R$ 5.803.

Analistas e TécnicoS

O primeiro edital oferece 135 vagas para analistas, cargo que exige nível superior e 256 vagas para técnicos, de nível médio. O salário inicial para o primeiro posto é de R$ 2.843 em uma carga que varia de 36 a 40 horas semanais, dependendo da especialidade pretendida pelo candidato. Já para a segunda função, o salário é de R$ 1.698 para jornadas de 36 a 40 horas semanais. De acordo com o edital de abertura, os contratos dos novos profissionais serão firmados pelo regime celetista.

A seleção oferece oportunidades de analista de comunicação pública nas atividades de Administração, Advocacia, Acervo e Pesquisa, Animação, Assistência Social, Ciências Sociais, Contabilidade, Economia, Engenharia de Software, Engenharia de Segurança do Trabalho, Engenharia em Rádio e Televisão, Estatística, Psicologia, Publicidade, Relações Públicas, Tradução, Sonoplastia, Revisão de Textos e Auxílio Operacional, entre outras.

Já para o cargo de técnico, as oportunidades são nas especialidades de Apoio Imagem, Auxílio Operacional, Câmera, Iluminação, Operação de Áudio, Sistemas, Transmissão, Apoio Operacional à Produção, Direção de Imagem, ÁudioDescrição, Edição e Finalização de Imagem, Estilismo, Manutenção e Suporte de Rádio, entre outras.

Todos os candidatos serão submetidos a provas objetivas, aplicadas no dia 25 de setembro. Aqueles que concorrem ao cargo de analista na atividade advocacia também terão que fazer provas discursivas. Ainda haverá exames práticos para algumas áreas específicas, caso dos analistas em Locução Especializada e em Câmera, Iluminação e Operação de Áudio. Os locais e o horário de aplicação estarão disponíveis na página do Cespe/UnB a partir do dia 15 de setembro.

O custo da taxa de inscrição é de R$ 37 para cargos de nível médio e de R$ 62 para cargos de nível superior. Os interessados devem se inscrever entre os dias 15 de julho e 7 de agosto.

Jornalistas

O segundo edital traz 119 vagas para o cargo de jornalista, nas especialidades de Jornalismo, Reportagem Cinematográfica e Reportagem Fotográfica. Com exceção da atividade Jornalismo, que exige diploma na área, as outras especialidades têm como requisito graduação em qualquer área de formação. Os contratos dos novos profissionais também serão firmados pelo regime celetista. O salário inicial é de R$ 2.843.

Os interessados em participar devem se cadastrar entre os dias 15 de julho e 7 de agosto. . O custo da taxa de inscrição é de R$ 62.

Todos os candidatos serão submetidos a provas objetivas e provas práticas. Ainda haverá avaliação de títulos para candidatos da atividade Jornalismo. As avaliações objetivas serão aplicadas no dia 25 de setembro. Os locais e o horário de aplicação das provas estarão disponíveis na página do Cespe/UnB a partir do dia 15 de setembro.

Gestor de Comunicação

O terceiro edital traz 27 vagas para o cargo de gestor de atividade jornalística, cujo salário é de R$ 5.803 para uma jornada de 40 horas semanais. Os novos gestores também terão contratos firmados pelo regime celetista. O cargo exige diploma de jornalista e registro no órgão de classe.

Esses candidatos serão submetidos a provas objetivas no dia 25 de setembro. Além disso, também serão submetidos a provas práticas e à avaliação de títulos. Os interessados em participar devem se cadastrar entre os dias 15 de julho e 7 de agosto. O custo da taxa de inscrição é de R$ 62.

Fonte: PERNAMBUCO.COM

Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série


Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série