Lugares acessíveis para celebrar o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência

São Paulo quer, cada vez mais, acolher bem todos os seus visitantes e, para fazer isso, a cidade tem se transformado para receber da melhor maneira também as pessoas com deficiência. Lugares acessíveis com Rampas de acesso, mapas táteis, braile, tradutores de libras, audiodescrição são apenas alguns dos recursos usados em cinemas, teatros, museus, parques, restaurantes e hotéis para que a imensa oferta cultural da capital paulista esteja disponível a visitantes e moradores. Por isso, não há lugar melhor para comemorar o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. A data é celebrada em 21 de setembro, uma ótima oportunidade de unir diversão e reflexão.

Lugares acessíveis: Ônibus adaptado

Confira abaixo alguns dos lugares acessíveis e estabelecimentos que garantem diversão e entretenimento a todos os públicos.

Lugares Acessíveis: Museus e Centros Culturais

Museu do Futebol
Dispõe de monitores capacitados para prestar assistência ao público com deficiência e instrutores habilitados em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais). Os elevadores servem a todos os andares e a altura das atrações interativas é acessível a cadeirantes. Também há sinalização em Braille, audioguias, jogos táteis e piso podotátil, faixa no chão com textura e cor diferenciadas para serem perceptíveis a pessoas cegas e com baixa visão. Pessoas com deficiência não pagam e a gratuidade é estendida a um acompanhante.

Pinacoteca
Com o objetivo de incentivar a visitação do público com deficiência, a Pinacoteca criou o Programa Educativo para Públicos Especiais (PEPE). Essa iniciativa, além de monitorar as visitas agendadas, é responsável pela criação da Galeria Tátil de Esculturas Brasileiras, na qual os visitantes podem tocar as obras originais. Em caso de necessidade de acompanhamento de intérprete de Libras, basta solicitar um agendamento.

Centro Cultural São Paulo
O CCSP investe em acessibilidade para os deficientes visuais. Além do piso podotátil, o local oferece uma biblioteca planejada e equipada com cerca de 6 mil títulos, entre livros em Braile, audiolivros e periódicos audiodescritos.

Lugares Acessíveis: Parques

Parque do Ibirapuera
O maior parque da cidade oferece uma estrutura que facilita a circulação de cadeirantes, como área plana, vias asfaltadas e ausência de calçadas. O Auditório, por exemplo, foi planejado para oferecer conforto para cadeirantes, com elevadores, rampas, plataformas, sinalização e lugares demarcados. Existem também camarins com banheiros adaptados.

Parque do Trote
Totalmente acessível a portadores de necessidades especiais, desde as pistas de cooper, que possuem corrimãos de segurança, até os brinquedos do playground.

Lugares Acessíveis: Passeios

Aquário de São Paulo
A acessibilidade é feita por meio de elevadores e não há dificuldades para visitação. Para maior comodidade, sugerem visitações após as 16h, quando há menor fluxo de visitantes.

Zoológico
Existe uma monitoria desenvolvida exclusivamente para o público com deficiência que oferece uma experiência sensorial para conhecer o mundo animal.

Theatro Municipal
Reinaugurado recentemente, o espaço oferece ao público com deficiência lugares reservados na plateia e é possível fazer visitas monitoradas.

Lugares Acessíveis: Shoppings

Shopping Cidade Jardim
Os corredores são amplos e o acesso pode ser feito por elevadores com ascensorista. No terraço, é possível entrar com a cadeira de rodas e desfrutar da visão ao ar livre. O shopping também disponibiliza cadeiras motorizadas para pessoas com dificuldade de locomoção.

Shopping Center Norte
Localizado na zona norte de São Paulo, seu principal diferencial é ser construído em apenas um pavimento, facilitando a circulação dos visitantes, em especial de pessoas com deficiência.

Lugares Acessíveos: Gastronomia

A Figueira Rubaiyat
O que chama a atenção, além do cardápio inspirado na tradicional cozinha com fornos de barro e panelas de ferro, é a imponência da enorme figueira que fica entre as mesas do salão principal. Apesar de ter mantido o espaço para manutenção apropriada da árvore, existe área para circulação de cadeiras de rodas.

Famiglia Mancini
Típica cantina italiana, possui um elevador para o acesso ao salão principal. Os banheiros estão adaptados para receber os cadeirantes e há um bom espaço para circulação entre as mesas e o bufê. Em caso de necessidade, a casa dispõe de uma van adaptada para transporte dos clientes.

Fogo de Chão
Uma das churrascarias pioneiras no serviço do tipo rodízio, a casa oferece aos clientes com deficiência atendimento preferencial na fila de espera. O salão é amplo e não dificulta a circulação de cadeiras e o bufê de saladas está em uma altura acessível.

Lugares Acessíveis: Hotéis

Comfort Hotel Downtown
Uma opção mais econômica para quem está procurando hotel no centro da cidade. O acesso no hotel é feito por meio de rampas e elevadores. São dois apartamentos adaptados.

Formula 1
Opção econômica e de fácil acesso, devido à proximidade com a estação Paraíso do metrô. A habitação é um pouco maior que as unidades padrão e os telefones são comunitários, nos corredores. São dois apartamentos adaptados.

Hotel Fasano
Localizado nos Jardins, região conhecida pelas várias opções de restaurantes e a famosa Rua Oscar Freire, oferece conforto e requinte em seus apartamentos e suítes. Nos dois apartamentos adaptados, o espaço é amplo, a cama é do tipo casal e é possível solicitar cama extra para acompanhante.

Hotel Renaissance
A uma quadra da Avenida Paulista, os nove apartamentos adaptados dispõem de olho mágico rebaixado, banheiro adaptado com barras e bastante espaço para circulação. Na recepção, o viajante com deficiência auditiva será atendido por um funcionário habilitado em Libras. O acesso é feito por elevadores e rampas.

Ibis São Paulo – Congonhas
Para quem procura uma alternativa próxima ao Aeroporto de Congonhas, o Ibis dispõe de quatro quartos preparados para receber adequadamente pessoas com deficiência física, fechados para uso exclusivo desse público.

Novotel Jaraguá
Possui manuais em Braile e telefones especiais para deficientes auditivos. Há um apartamento preparado para uma pessoa surda, com sinais luminosos no quarto e banheiro e telefone com teclas especiais. Existe um outro apartamento só para deficientes visuais, onde o piso é frio, para receber adequadamente cães-guias, e o cardápio do minibar está em Braille. No restaurante, também foram feitas adaptações: o balcão do bufê é rebaixado e há cardápio em Braille. São 14 apartamentos adaptados.

Sheraton São Paulo – WTC Hotel
Seus apartamentos preparados para receber pessoas com deficiência oferecem bastante espaço interno. Em uma das unidades, toda a sinalização interna do apartamento está em Braile. Outro atrativo é a facilidade de acesso a todas as áreas comuns e ao shopping D&D, que, além das lojas de móveis, tem uma grande praça de alimentação. São dois apartamentos adaptados.

Lugares Acessíveis: Centrais de Informação Turística

Os espaços acima são só algumas sugestões. São Paulo possui uma infinidade de estabelecimentos preocupados em receber bem turistas com qualquer tipo de necessidade especial. Caso queira obter mais informações sobre outros locais, vale procurar uma das oito Centrais de Informação Turísticas espalhadas pela cidade. As unidades possuem mapas táteis e rampas, além de atendentes especializados e preparados para indicar o que há de melhor na cidade.

por: Jéssica Portasio e Maria Fonseca

Fonte: Cidade de São Paulo

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação