Questões do concurso da EBC para audiodescritores. Teste seus conhecimentos!

No último domingo, a EBC – Empresa Brasil de Comunicação realizou a prova do concurso público para a contratação de profissionais, inclusive audiodescritores. Teste seus conhecimentos! A Convenção Interamericana para Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência (Guatemala, 1999), da qual o Brasil é Estado-parte, reafirma que as pessoas com deficiência têm os mesmos direitos humanos e liberdades fundamentais que quaisquer outras pessoas. No que concerne a esses direitos, julgue os itens a seguir.: 51. Os Estados-parte da citada convenção comprometeram-se a criar medidas trabalhistas, entre outras, para promover a integração da pessoa com deficiência na sociedade.
52. Desde a referida convenção, o termo deficiência passou a ser utilizado para referir-se a qualquer restrição física, mental ou sensorial limitante da capacidade de exercer atividades da vida diária, independentemente de ser permanente ou provisória. Acerca da acessibilidade da pessoa com deficiência visual, julgue os itens que se seguem. 53. A Lei n.º 10.098/2000, que estabelece normas específicas de acessibilidade das pessoas com deficiência aos meios de comunicação, aplica-se somente aos órgãos da União.
54. Para efeitos da Lei n.º 10.098/2000, as barreiras na comunicação não são consideradas limitadoras de acesso e, por isso, não são nela contempladas.
55. O poder público deve garantir às pessoas com deficiência sensorial o direito de acesso à informação e à comunicação.
56. O poder público tem o dever de formar profissionais intérpretes e guias-intérpretes para o atendimento a pessoas com qualquer tipo de deficiência sensorial. Tolerar a existência do outro e permitir que ele seja diferente ainda é muito pouco. Quando se tolera, apenas se concede, e essa não é uma relação de igualdade, mas de superioridade de um e de outro. Deveríamos criar relação entre as pessoas da qual estivessem excluídas a tolerância e a intolerância.
O texto acima, de José Saramago, remete a um conceito da atualidade quando se trata das relações sociais: a alteridade. Com base nesse conceito, julgue os itens seguintes: 57. Alteridade e homogeneidade são conceitos sinônimos, uma vez que ambos se referem à igualdade.
58. A alteridade refere-se ao conhecimento de si mesmo, da própria individualidade, independentemente do outro.
59. Na relação de alteridade há, implícita, uma relação hierárquica, de dominância entre os indivíduos que atendem a um modelo estético socialmente aceito e os que não atendem a esse modelo, como as pessoas com deficiência, por exemplo.
60. A ética da alteridade condena qualquer tipo de exclusão ou segregação. Tendo em vista que as representações sociais são os elementos simbólicos utilizados pelas pessoas para expressar suas percepções acerca do mundo, julgue os itens subsecutivos, relativos às representações sociais. 61. As representações sociais criadas em relação à pessoa com deficiência demarcam predominantemente a deficiência, e não, a pessoa em si.
62. As palavras, as ações, as imagens e os textos que refletem os pensamentos dos indivíduos são considerados representações sociais.
63. A representação social é um sistema de valores, ideias e práticas que, entre outros aspectos, possibilita a comunicação entre os membros de uma comunidade. O papel desempenhado pelos sentidos constitui condição sine qua non para o desenvolvimento das potencialidades humanas no relacionamento com o meio físico e social e para a afirmação das capacidades superiores da espécie.
Leonardo Silva. O braille e a sua importância na educação dos cegos. Lerparaver, 2005 (com adaptações).
Tendo o fragmento de texto acima como referência inicial, julgue os itens subsequentes: 64. Para a pessoa cega, a reglete e o punção podem ser o que a caneta e o lápis são para os videntes.
65. O sistema de escrita braile é uma segunda língua instituída pelas pessoas com deficiência visual, a exemplo de Libras-Língua Brasileira de Sinais.
66. A visão, como sentido unificador da atividade sensorial, é predominante para a informação e a formação dos indivíduos. Entretanto, graças à plasticidade cerebral, as pessoas cegas ou com baixa visão têm os outros sentidos otimizados, motivo pelo qual a deficiência visual não ocasiona sérias desvantagens sociais para os seus portadores. O conceito de deficiência visual aplica-se tanto à cegueira quanto à baixa visão. No que concerne ao desenvolvimento e à aprendizagem de pessoas cegas ou com baixa visão, julgue os itens subsecutivos: 67. O fenômeno do verbalismo geralmente é identificado em crianças que têm cegueira adquirida após os 12 anos de idade, aproximadamente.
68. Atualmente, as ferramentas tecnológicas, como programas leitores de tela, são muito utilizadas na educação dos cegos. Tais ferramentas vêm substituindo, gradativamente, o sistema braile, que está se tornando obsoleto e é de difícil acesso às pessoas cegas ou com baixa visão.
69. Os estudantes com baixa visão podem contar, em sala de aula, com recursos ópticos, como lupa eletrônica, tipos ampliados, acetato amarelo e chapéus ou bonés.
70. A destreza tátil e a coordenação bimanual são os requisitos fundamentais para o aprendizado da leitura braile e independem do desenvolvimento cognitivo da criança cega. Julgue os itens a seguir, acerca dos recursos tecnológicos que promovem a acessibilidade da criança cega aos conhecimentos escolares: 71. Programas como Jaws, DOSVox e Virtual Vision facilitam as atividades escolares, pois possibilitam a comunicação e a pesquisa.
72. O livro acessível deve ser ofertado a todos os estudantes em sala de aula, não apenas aos estudantes cegos ou com baixa visão. Com relação à garantia de direitos das pessoas com deficiência ao trabalho, julgue os itens seguintes: 73. A admissão de trabalhadores com deficiência em unidades das administrações públicas prescinde do atendimento aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade.
74. A Constituição Federal de 1988 (CF) proíbe qualquer forma de discriminação ao trabalhador com deficiência, seja em relação ao trabalho, seja em relação aos critérios de admissão ao trabalho.
75. A União, os estados, o Distrito Federal (DF) e os municípios devem reservar cargos e empregos públicos, em suas unidades diretas, indiretas e fundacionais, para as pessoas com deficiência, definindo inclusive os critérios de sua admissão. Julgue os itens que se seguem, a respeito da atenção do Estado à saúde e à proteção da pessoa com deficiência, definida na CF. 76. Cabe exclusivamente à União legislar sobre a integração social das pessoas com deficiência.
77. De acordo com a CF, são responsabilidades do Estado as ações de assistência à saúde, como os programas de prevenção e atendimento especializado às pessoas com deficiência sensorial, sendo vetada a participação de entidades não governamentais nessas atividades.
78. Compete exclusivamente à União cuidar da saúde e da assistência social da pessoa com deficiência. Nesse aspecto, estados, municípios e DF são isentos. A produção de sensações individualiza-se para cada ser humano de uma forma muito particular e significativa, em especial como forma de contato de estar e sentir na vida.
Ana Lucia Marques Dias. As estereotipias na criança portadora de deficiência visual. Universidade do Porto: 2006.
Tendo a afirmação acima como referência inicial, julgue os itens a seguir.: 79 Os blindismos são estereotipias da categoria dos hábitos motores provocados por estresse e ansiedade da criança cega.
80. Os blindismos são as estereotipias de hábito motor que podem ser mais facilmente modificadas. A modificação ocorre quando a criança cega percebe que são seus olhos a causa de sua dificuldade de interação com o meio.
81. A falta de contato visual com o mundo externo pode gerar, na pessoa cega congênita, comportamentos não aceitos socialmente, devido à sua incapacidade de imitar. Com relação às condutas estereotipadas encontradas em crianças cegas, julgue os próximos itens: 82. Estereotipias como os maneirismos, por exemplo, são ocasionadas por fatores hereditários.
83. O balanceio corporal, os movimentos rápidos da cabeça e a manipulação das orelhas são algumas das características das condutas estereotipadas conhecidas como maneirismos.
84. As crianças cegas utilizam os maneirismos como mecanismos de proteção, principalmente ao depararem com situações que gerem estresse e ansiedade.
85. Os maneirismos são estereotipias desenvolvidas conscientemente pela criança cega.

Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série


Mais sobre audiodescrição
O dicionário Michaelis põe uma pá de cal na polêmica sobre a grafia de audiodescrição
Poesia com deficiência, de SÉRGIO CUMINO, pessoa com deficiência Com sorriso contemplativo O horizonte banha
O Futuro que Queremos: Trabalho Decente e Inclusão de Pessoas com Deficiência é uma série