Sistema de audiodescrição leva deficientes visuais ao teatro no Uruguai

Graças a um novo sistema de audiodescrição implantado no Teatro Solís, no Uruguai, as pessoas com deficiência visual terão oportunidade de assistir pela primeira vez a peça teatral "La Ramona", informou nesta terça-feira a tradicional sala de teatro de Montevidéu. A sala Zavala Muniz, do Teatro Solís, um dos palcos mais prestigiados da capital uruguaia, oferecerá esse serviço somente nas sessões de sexta-feira. O serviço estará disponível de 30 de setembro até 25 de novembro.

Fachada do Teatro Solís, que agora tem sistema de audiodescrição

Fachada do Teatro Solís em Montevidéu, no Uruguai

"Temos uma quota disponível para atender, de maneira gratuita, até oito pessoas cegas e de baixa visão por função, com o novo sistema de audiodescrição", explicou a instituição em comunicado, convidando o público para reservarem seus ingressos.

Esta iniciativa de sucesso envolve a Secretaria de Gestão Social para a Incapacidade da Intendência de Montevidéu, a Comédia Nacional, o Teatro Solís e a Fundação Braille do Uruguai.

O sistema de audiodescrição consiste na transmissão ao vivo de informação oral complementar para que a pessoa cega ou de baixa visão possa aproveitar plenamente os espetáculos teatrais, acrescenta o boletim.

Em março, o teatro realizou um teste com esse mesmo sistema de audiodescrição durante a apresentação da Comédia Nacional no espetáculo "O Doente Imaginário", de Jean Moliére.

Até o final do ano, os responsáveis pela iniciativa querem voltar a colocar em prática essa ação em um terceiro espetáculo, cuja obra ainda não foi definida.

"Doña Ramóna" é uma peça escrita pelo dramaturgo uruguaio Víctor Manuel Leites (Paysandu, 3 de março de 1933) e será apresentada no Teatro Solís todas as sextas-feiras, sábados e domingos até o final de novembro.

A história se passa no Uruguai de 1900, quando as convenções sociais e religiosas de uma família acomodada batem de frente com as reformas liberais do presidente José Batlle y Ordóñez (1903-1911), considerado o fundador do Uruguai moderno.

Thaís Brandão/Folhapress

Fonte: UOL Notícias

Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma


Mais sobre audiodescrição
A partir deste sábado, 5, estarão abertas as inscrições para a quinta edição do Programa
Paradinha Cerebral faz parte do Circuito Cultural Cidade Olímpica. A peça foi um dos projetos
Atualmente, é possível acomodar em um mesmo espetáculo um público de surdos, que acompanha uma