Em Salvador, no Espaço Xisto Bahia, acontece o 2º Encontro de Dança

Evento poderá romper com o pensamento comum que cerca a pessoa com deficiência como ineficiente e incapaz de se auto gerir. "2º Encontro o que é isso? de dança", promovido pelo Grupo de Pesquisa Poética da Diferença, vinculado ao PPGDança – Escola de Dança da UFBA e produzido pela Bokser, reunirá artistas com e sem deficiência, pesquisadores em dança, profissionais das áreas de comunicação, educação, psicologia e produção para um debate interdisciplinar sobre a participação efetiva das pessoas com deficiência no campo artístico da dança. O projeto é coordenado por Fátima Daltro e tem como curador, o dançarino, Edu O. O encontro acontece de 25 a 27 de novembro (2011), no Espaço Xisto Bahia, localizado no bairro dos Barris, em Salvador. O evento será encerrado com o espetáculo O Corpo Perturbador (Edu O.), no Palacete das Artes Rodin Bahia, na Graça. As apresentações artísticas serão abertas ao público externo a preços populares: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). O encontro tratará de questões relevantes em torno da invisibilidade e representatividade midiática de grupos profissionais de dança com pessoas com deficiência. As discussões girarão em torno de acessibilidade, profissionalização e inserção no mercado de trabalho de artistas/dançarinos com deficiência que não tiveram acesso a informação e formação em dança seja nos ambientes acadêmicos e espaços formais de ensino de dança. Tais reflexões podem gerar os meios para melhor compreender por que, com tantos grupos de dança circulando em diversos pontos do nosso planeta, ainda assim, esses grupos se encontram segregados e sem representatividade midiática. A programação conta com oficinas, debates, cirandões, performances, apresentações e residência artística. Entre as convidadas do encontro está a coreógrafa, diretora artística e videoartista brasileira, Estela Lapponi. Todos os espetáculos terão audiodescrição de imagens para o público cego e as mesas trarão tradução em Libras. Os interessados em participar das atividades do evento podem se inscrever até o dia 25 de novembro e pagar uma taxa no valor de R$ 40,00 (profissionais) e R$ 20,00 (estudantes). Os inscritos deverão enviar para o email grupoxdeimprovisacao@gmail.com, os seus dados pessoais, comprovante de pagamento scaneado e o resumo curricular. O projeto conta com o apoio do Fundo de Cultura – Secult Bahia, através do Edital Demanda Espontânea. Mais informações através do blog O Que É Isso De Dança. Programação 25/11 | 19h Pequetitas Coisas Entre Nós mesmos (Grupo X de Improvisação em Dança) com audiodescrição Onde nossos olhares se cruzam…e vão além? Em nosso dia a dia vivido e recheado de experiências humanas, pouco a pouco vamos descobrindo detalhes do corpo do outro que nos encantam. Nos jeitos e trejeitos dos movimentos alheios encontramos as possibilidades do diálogo. Trocas de experiências interruptas. Agregamos diversos modos de ser filtrando o que mais nos aproximam, ou quem sabe, o que mais nos afastam. Inspirados e invadidos pelo outro nos tornamos instáveis. O nosso sucesso está em lidar com os desequilíbrios que nos são propostos. Tempo vai, tempo vai, tempo vai… O outro, um mundo de inspiração, de cheiros, sabores e cores…revelados em nossas memórias elásticas. Ao final das apresentações serão realizados bate-papos com o público, dialogando sobre os processos de criação e contaminações artistas/platéia, refletindo o fazer dança junto a comunidade. Coreógrafos/Intérpretes: Edu O., Viviane Fontoura, Hugo Leonardo, Fafá Daltro Participação em vídeo: Diane Portella. 19h:30min Diálogos Cruzados Fafá Daltro, Lenira Rengel e Estela Lapponi – com tradução em LIBRAS 26/11 | 09h às 12h Encontro com Estela Lapponi (O Corpo Intruso) Encontro com Ana Luiza Reis (O Corpo na Educação) 14h às 16h Cirandão 1 Convidado: Projeto Poética da Diferença/ACCDANA59 E OS MONITORES DO ACC 17h Apresentação: As Borboletas (Núcleo VAGAPARA) com audiodescrição 17h:30min Mesa: Espaços (in) acessíveis (Políticas Públicas) com tradução em LIBRAS Mediador/debatedor: Carolina Teixeira Debatedores: Lucas Valentim, Thulio Guzman, Flávia Cintra (virtual), Carla Vendramin, (aguardando confirmação de uma convidada) 19h:30min Apresentação: Intento 3257,5 (Estela Lapponi) com audiodescrição 27/11 09h às 12h Encontro com Carolina Teixeira (Corpocena, oficina em movimento: percepção e autonomia criativa) Encontro Carla Vendramin (Sincronicidade e conectividade na relação do corpo com o espaço e do corpo com outros corpos) 14h às 16h Cirandão 2 Convidada: Ninfa Cunha e Ana Rita Ferraz 17h (PALACETE DAS ARTES RODIN BAHIA) Apresentação: O Corpo Perturbador (Edu O.) com audiodescrição O Corpo Perturbador é um espetáculo de Dança Contemporânea, criado por Edu O. O trabalho traz uma abordagem diferenciada sobre o corpo que é considerado incapaz, não-belo, perturbador: o corpo com deficiência, fora dos padrões do pensamento hegemônico. Numa sociedade imensamente erotizada, acredita-se ser pertinente instigar outra reflexão sobre o assunto, abordando, a partir dos devotees, a sexualidade neste corpo, assim como as relações de poder intrínsecas nas relações afetivas, sociais, políticas, culturais e religiosas que envolvem os corpos e seus desejos. Devotee é uma categoria de pessoas que têm fetiche pela deficiência. O que lhes atrai é a deformidade, é a especificidade de cada deficiência. Neste trabalho pretende-se, também questionar e problematizar o desejo num mundo onde a existência de um padrão é cada vez mais valorizada, mas que ainda existem pessoas que andam na contramão. O corpo aqui representado pela coluna e sua escoliose, pelos inúmeros ajustes que faz para se equilibrar, fazendo-se, então, um paralelo e uma analogia entre os ajustes sociais e os ajustes físicos. A partir da sinuosidade das linhas escolióticas dos corpos de Edu O. e Meia Lua, deseja-se criar imagens significativas. As linhas sinuosas revelam sensualidade e provocam desejos. A dramaturgia do espetáculo se constrói a partir da observação desses corpos. Um exercício a contemplação do que muitas vezes nos esquivamos. Os Perturbados Concepção e Direção: Edu O. Intérpretes: Edu O. e Meia Lua Músico/Compositor: Cássio Nobre Preparação Corporal: Carolina Teixeira Monitora: Diane Portella Cenografia: Miniusina de Criação Figurino: Nei Lima Iluminação: Miliane Matos Produção: Ampla Produções e Eventos Design: AF Design Fotografia: Alessandra Nohvais 17h:40min Mesa: Discussões que perturbam o corpo (Representatividade midiática) com tradução em LIBRAS Mediador/debatedor: Estela Lapponi Debatedores: Edu Oliveira, Clara Trigo, Michel Fernandes (virtual) Obs: A coordenadora Fátima Daltro e o curador Edu O. estão disponíveis para conceder entrevistas sobre o projeto 2º Encontro o que é isso? de dança”.
Fonte: Jornal Grande Bahia

Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon


Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon