Passeio de barco com audiodescrição no Guaíba

Com o objetivo de oferecer aos deficientes visuais a oportunidade de estar perto do rio, escutar o movimento da água e curtir um belo dia de sol, a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs) organizou neste sábado um passeio de barco pelo Guaíba por meio da audiodescrição. A atividade integrou as comemorações de Natal da entidade e contou com a parceria do barco Cisne Branco.

Passeio de barco com audiodescrição pelo rio Guaíba

De acordo com a Miss Brasil Deficiente Visual e chefe do Departamento Sociocultural da Acergs, Giselle Hobbe, cerca de 40 pessoas participaram do passeio no rio Guaíba com audiodescrição. "Mais da metade dos passageiros eram cegos. O retorno dos participantes que trouxeram seus acompanhantes, na maioria filhos, foi maravilhoso. Pretendemos desenvolver mais atividades como essa", disse a líder.

A deficiente visual Vera Lúcia Pereira, acompanhada da filha Clarissa, de 5 anos, revelou o prazer que sentiu ao entrar em um barco. "É uma nova porta que se abre. O meio ambiente, a natureza, enfim algo novo", revelou.

A noção de tempo e espaço somente foi permitida devido à técnica de audiodescrição, recurso utilizado no passeio marítimo. O roteiro pelo Guaíba, com duração de aproximadamente uma hora, incluiu a navegação pelas principais ilhas do Delta do Jacuí, com locução narrando a história dos pontos turísticos.

Fonte: Correio do Povo

Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação


Mais sobre audiodescrição
Foi uma experiência em que todos enxergaram. Na tarde deste sábado, pessoas com e sem
João, Sabrina e Maristela nunca viajaram de avião. Além desse traço em comum, eles são
Inclusão. Esta é a palavra-chave num novo segmento de roteiros rodoviários que a Fresp (Federação