Carnaval dos direitos humanos, em Pernambuco

SEDSDH realiza operação no Carnaval dos direitos humanos de Pernambuco 2012. O trabalho será realizado em 08 municípios, que são os principais pólos de folia de Pernambuco: Recife, Olinda, Vitória de Santo Antão, Nazaré da Mata, Bezerros, Pesqueira, Salgueiro e Petrolina.

Sob a coordenação do Governo do Estado, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos começa uma operação inédita no carnaval de Pernambuco. Segundo Laura Gomes, secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, as ações que têm início amanhã, a partir das 9h no metrô do Recife, envolvem abordagens educativas em pontos estratégicos como o metrô, aeroporto, o TIP, estradas federais, estaduais, postos de gasolina, abertura de serviços especiais de direitos humanos no juizado do folião no Galo da Madrugada, plantão 24h da ouvidoria de direitos humanos estadual, além da implantação do observatório de discriminação racial na casa da cidadania em Olinda. O PROCON-PE estará realizando Blitz. Já o Programa ATITUDE – Atenção Integral a usuários de drogas e familiares, estará trabalhando durante todo o carnaval com a prevenção ao uso de drogas. Teremos também a garantia dos direitos de pessoas com deficiência. Camarotes da Acessibilidade serão montados em 08 municípios, que são os principais pólos de folia de Pernambuco: Recife, Olinda, Vitória de Santo Antão, Nazaré da Mata, Bezerros, Pesqueira, Salgueiro e Petrolina.

Mais de 200 técnicos da área de direitos humanos e assistência social trabalharão no Carnaval dos direitos humanos, que acontece em parceria com a SDS – Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça do Estado, Prefeituras, Conselhos estaduais e municipais da área social e de direitos humanos.

Laura Gomes explica ainda que, o tema central do Carnaval dos Direitos Humanos será o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, conforme diretriz da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. "A ministra Maria do Rosário avaliou nosso Projeto como o melhor do Brasil e confirmou vinda ao Recife na sexta-feira, 17.02, para o lançamento da campanha nacional. Detalhes da ação conjunta em Pernambuco, serão apresentados em coletiva de imprensa. Construímos inclusive, uma agenda de trabalho com a Ministra neste dia”. A operação de direitos humanos no carnaval de Pernambuco visa consolidar uma festa de paz, fortalecendo a prevenção da violência no Estado".

Carnaval dos Direitos Humandos: Abordagens educativas

Esta é a primeira etapa do Projeto do Governo do estado. Técnicos de assistência social e direitos humanos, farão abordagem de sensibilização junto aos turistas que chegam ao Recife, para o Carnaval dos Direitos Humanos, no Aeroporto Internacional dos Guararapes, Terminal Integrado de Passageiros – TIP, e Metrô do Recife. O foco prioritário vai ser o combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Orquestras de frevo e passistas reforçam a mensagem educativa. Uma novidade desta ação são painéis de rosto a serem usados no local de sensibilização, onde o cidadão e a cidadã que visitam o Estado podem tirar fotos e virar super-heróis na defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

O número do telefone da Ouvidoria do Estado, 0800 081 4421, vai ser divulgado para encaminhamento de denúncias. O serviço vai funcionar em plantão 24h, durante o carnaval.

Carnaval dos Direitos Humandos: Juizado do Folião

Pela primeira vez, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Pernambuco estará com equipes de direitos humanos no complexo de segurança e juizado do folião montado no Fórum Tomaz de Aquino e na nova unidade a ser instalada no Metrô do Recife. A Ouvidoria da Secretaria reunirá advogados e psicólogos, com intérpretes de LIBRAS e até um espaço para assistentes sociais receberem familiares e acompanhantes de pessoas detidas durante o Galo da Madrugada, será montado.

Prevenção a Drogas

Durante os dias de momo, equipes de aproximação de rua do Programa ATITUDE -Atendimento Integral a Usuários de Drogas, estarão trabalhando mensagens de prevenção ao uso de drogas, principalmente o crack. O serviço acontecerá nos 08 municípios da Operação – principais pólos de folia de Pernambuco.

Carnaval dos Direitos Humanos: PROCON – PE

Neste carnaval, técnicos do PROCON estadual realizarão blitzes educativas, conscientizando comerciantes e empresários dos setores de restaurantes e hotéis, sobre os direitos do consumidor.

Observatório de Discriminação Racial

Durante o Carnaval dos Direitos Humanos, em Olinda, na casa do Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Étnico Racial – CEPIR – (Av. Sigismundo Gonçalves, 654, Carmo- fone 3423 2735) especialistas irão monitorar registros de discriminação racial, inclusive com mediação de conflitos.

Casa da Cidadania

O Programa Balcão de Direitos, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, reúne na casa do CEPIR, em Olinda, plantão de delegacias especializadas (Delegacia da Mulher, do Idoso e GPCA – Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente), Corpo de Bombeiros, Ouvidoria de Direitos Humanos, Oficinas de arte-educação com assistentes sociais, Defensoria Pública, coordenadoria da mulher de Olinda e Núcleo da Diversidade Sexual e movimento LGBT.

Carnaval dos Direitos Humandos: Camarotes da Acessibilidade

O Projeto que visa a garantia do direito das pessoas com deficiência à cultura e ao lazer e teve início no ano passado, no Galo da Madrugada, vai ser ampliado. Espaços adaptados com rampas, LIBRAS, audiodescrição, serão montados nos principais pólos das cidades de Recife, Olinda, Vitória de Santo Antão e Bezerros.

Por Jô Lima

Fonte: Governo do Estado de Pernambuco

Mais sobre audiodescrição
Carnavais acessíveis que foram destaque em 2017: para acolher pessoas com deficiência, a estratégia da
Nos quatro dias de desfiles no Sambódromo, pelos grupos de Acesso e Especial, cerca de
Sucesso do carnaval carioca: com mais de 400 mil visualizações em menos de 24 horas,


Mais sobre audiodescrição
Carnavais acessíveis que foram destaque em 2017: para acolher pessoas com deficiência, a estratégia da
Nos quatro dias de desfiles no Sambódromo, pelos grupos de Acesso e Especial, cerca de
Sucesso do carnaval carioca: com mais de 400 mil visualizações em menos de 24 horas,