Se você é artista, siga o conselho de Marco Cardoso!

Muito se fala na questão da acessibilidade na cultura, vamos esclarecer uma coisa então: cultura para todos é possível através da democratização. Políticas públicas pensadas para viabilização da cultura, participação popular, criação de equipamentos e eventos culturais que atendam, cada vez mais, um número maior de pessoas, não esquecendo o principal: o educar para cultura, para o lazer cultural e para a fruição, caso contrário todo o resto não terá uso ou aplicação.

A acessibilidade seja na arquitetura das cidades, no meio ambiente, nos segmentos de produtos e serviços, no turismo, etc., “está relacionada em fornecer condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida, e é regulada pelo Decreto nº 5.296, DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004.

Este vídeo é uma reportagem do Programa Sentidos, produzida pela TV Sentidos e sua repórter Alessandra Nunes, mostrando a técnica da audiodescrição produzida pelo grupo de audiodescritores da VIVO, orientado pela audiodescritora Lívia Maria Villela de Mello Motta, na peça "Figurinha Carimbada", passada no Teatro Alfa, da VIVO, no mês de julho de 2008.

Já tem algum tempo que o setor cultural tem recebido atenção de gestores, produtores, educadores, legisladores, instituições e pessoas com alguma deficiência ou mobilidade reduzida, que de maneira isolada ou em ações conjuntas trabalham para viabilizar o acesso do setor, prova disso é que hoje podemos encontrar filmes, espetáculos teatrais, programas de tv, exposições de arte, museus, salas de cinema, teatros, sites e blogs acessíveis. Para atender a demanda, além de equipar os locais de lazer e cultura de maneira a receber adequadamente esse público, fazer uso de técnicas como LIBRAS e Audiodescrição faz toda a diferença e, para tanto, a instrumentalização dos profissionais do setor é fundamental.

Se você ator/atriz, artista ou profissional do setor cultural e quer se destacar no mercado, minha dica é: procure saber mais sobre o assunto através de artigos, palestras, cursos, leis, locais e, sobretudo, entender o quão gratificante pode ser o trabalho de inclusão através das artes.

Paycheck (O Pagamento) – Direção: John Woo – Vídeo de audiodescrição produzida pelo TRAMAD

Audiodescrição: Iris Fortunato e Paula Dutra – Revisão AD: Eliana Franco.

Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Estive em uma Oficina de Audiodescrição, em Porto Alegre, que além de recarregar as energias,
Com o avanço tecnológico e a mudança de hábitos, atividades tradicionais desaparecem e cedem lugar


Mais sobre audiodescrição
Jamais esquecerei opresente que ganhei do Papai Noel em 2016. Era 25 de dezembro, à
Estive em uma Oficina de Audiodescrição, em Porto Alegre, que além de recarregar as energias,
Com o avanço tecnológico e a mudança de hábitos, atividades tradicionais desaparecem e cedem lugar