Exposição PARA TODOS conta a trajetória de luta das pessoas com deficiência

Foi inaugurada, no dia 9 de março, em Porto Alegre, a Exposição "PARA TODOS" – O Movimento Político das Pessoas com Deficiência no Brasil, com garantia de total acessibilidade. Por meio de uma linha do tempo, os visitantes podem fazer um passeio pela história da discriminação sofrida, da luta e conquista das pessoas com deficiência para terem seus direitos humanos garantidos.

Exposição Para Todos no Rio Grande do Sul

Descrição da foto:A receptiva Vilma mostra o mapa do Brasil tátil para Maria do Rosário, Ministra da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos; Sandra Genro, primeira dama do Estado RS; Antonio José Ferreira, Secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência; Cláudio Silva, diretor presidente da FADERS. Foto ACOM Faders

Concebida com base no Desenho Universal, a Exposição oferece meios para que todas as pessoas com deficiência tenham acesso às informações, como sinalização tátil (placas em Braille), audioguias (acesso de áudio ao conteúdo dos painéis), vídeos com Libras (para compreensão das pessoas com deficiência auditiva), piso tátil (a fim de guiar o visitante com deficiência visual), materiais táteis (mapa do Brasil, obras artísticas) e audiocatálogo para todas as pessoas que visitarem a mostra.

A abertura da Exposição contou com a presença da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Maria do Rosário; e do secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira, da SDH/PR.

De acordo com a ministra, o objetivo da Exposição é mostrar a valorização e o respeito à dignidade desta parcela da população, que historicamente esteve condenada à segregação. "É fundamental contarmos essa história de pessoas que são protagonistas das suas lutas", comentou.

A mostra fica em Porto Alegre até o dia 4 de abril, na Usina do Gasômetro, e pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 18h. Posteriormente, percorrerá mais nove cidades nos próximos meses: São Paulo, Florianópolis, São Bernardo do Campo, Rio de Janeiro, Brasília, Cuiabá, Rio Branco, Belém e Recife.

A curadoria está a cargo das jornalistas Vera Rotta e Maria José Coelho e o projeto cenográfico foi desenvolvido pelos arquitetos Tiago Balem (coordenação) e Luciano Topim. A Exposição conta ainda com a parceria da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), com o apoio da Fundação SM e da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas Portadoras de Deficiência e de Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (FADERS).

Fonte: Clipping da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Mais sobre audiodescrição
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em
Uma demanda da comunidade cega e das pessoas com deficiência visual consumidoras de televisão por
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Ministério da Cultura


Mais sobre audiodescrição
Nós, os participantes do foro regional América Acessível: Informação e Comunicação para Todos, realizado em
Uma demanda da comunidade cega e das pessoas com deficiência visual consumidoras de televisão por
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Ministério da Cultura