TV nunca faturou tanto no Brasil

O mercado publicitário brasileiro cresceu 8,5% em 2011, com faturamento total de R$ 39,03 bilhões. Desse volume, R$ 28,45 bilhões correspondem ao montante faturado pela mídia brasileira com venda de espaço publicitário. Esses números colocam o Brasil entre os cinco maiores mercados globais de propaganda. É o que revela o Projeto Inter-Meios, capitaneado pelo Grupo Meio & Mensagem em parceria com a PriceWaterhouseCoopers.

A TV aberta alcança marca recorde desde o início do estudo em 1990: ficou com 63,3% do total investido em mídia no ano passado, evolução de 9,2% sobre o período anterior. As TVs por assinatura fecharam também positivamente, com 17,8% a mais do que em 2010.

Segundo o estudo, o mercado se movimentou dentro de suas próprias perspectivas. Em um ano sem grandes eventos que movimentassem o mercado, como eleições, Copa do Mundo e Olimpíadas, no qual o aumento do Produto Interno Bruto foi de 2,7%, os números podem ser considerados bem otimistas.

O meio Internet continuou liderando os índices do estudo, com crescimento de 19,6% no faturamento, mas com participação no bolo publicitário de apenas 4,2%. O meio Revista cresceu 3,5%; Mídia Exterior 12,1%, Rádio 3,3%, e Jornal 3,8%. Os únicos meios com desempenhos negativos foram Cinema, com -6,4%, e Guias e Listas, -2,6%.

Nota do Blog: diante de números como esses, será que os radiodifusores brasileiros continuarão dizendo que a audiodescrição é cara?

Fonte: Clipping da ABERT

Mais sobre audiodescrição
A plenária sobre Acessibilidade: closed caption, libras, audiodescrição e atualização das normas, moderada por Caio
Nem todos os cidadãos conseguem ter acesso ao conteúdo que passa na televisão da mesma
O Ministério Público Federal notificou 11 emissoras de rádio e televisão de Mato Grosso do


Mais sobre audiodescrição
A plenária sobre Acessibilidade: closed caption, libras, audiodescrição e atualização das normas, moderada por Caio
Nem todos os cidadãos conseguem ter acesso ao conteúdo que passa na televisão da mesma
O Ministério Público Federal notificou 11 emissoras de rádio e televisão de Mato Grosso do