logo_mecdaisy_ad-730849

Diretrizes para descrição de imagens em livros no formato DAISY

Fotos, ilustrações, gráficos e quaisquer elementos não textuais presentes em publicações, impressas ou em formato digital, são parte integrante das obras e, assim como o texto, também precisam estar acessíveis para quem não pode vê-las. A simples reprodução do texto de obras em formato DAISY não torna estas obras plenamente acessíveis. Tendo em vista esse conceito, o Ministério da Educação publicou o manual: Diretrizes para descrição de imagens em livros nproduzidos no formato DAISY.

Diretrizes para descrição de imagens: logotipo do Projeto MECDAISY à esquerda; Símbolo Internacional da Audiodescrição à direita

A descrição de imagens é uma técnica de tradução semiótica que tem por objetivo permitir a compreensão de imagens para quem não pode vê-las. Quando aplicada em produtos audiovisuais como cinema, teatro, televisão, a técnica também é conhecida como audiodescrição.

Há vários anos, países da América do Norte, Europa, Ásia e Oceania empregam o padrão DAISY, sigla de Digital Accessibility Information System, para a publicação de obras que possibilitem o acesso por todas as pessoas, inclusive aquelas com algum tipo de deficiência. Este padrão foi desenvolvido e normatizado pelo Consórcio daisy.

Com a finalidade de cumprir diversos dispositivos legais, o Ministério da Educação, em parceria com a UFRJ, apresentou em 2009 o Mecdaisy, uma solução tecnológica que permite a produção de livros em formato digital acessível, no padrão Daisy. o Mecdaisy possibilita a geração de livros digitais falados e sua reprodução em áudio, gravado ou sintetizado. Este padrão apresenta facilidade de navegação pelo texto, permitindo a reprodução sincronizada de trechos selecionados, o recuo e o avanço de parágrafos e a busca de seções ou capítulos. Possibilita também, anexar anotações aos arquivos do livro, exportar o texto para impressão em Braille, bem como a leitura em caracteres ampliados. Todo texto é indexado, facilitando, assim, a navegação por meio de índices ou buscas rápidas.

Com o propósito de orientar a produção das descrições de imagens de obras disponibilizadas por intermédio do software MECDAISY, a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação publicou em 10 de abril de 2012 a NOTA TÉCNICA Nº 21 – Diretrizes para descrição de imagens na geração de material digital acessível.

Leia a íntegra da Nota Técnica nº 21.

Parabenizamos o Ministério da Educação pela iniciativa, salientando para nossos leitores que as diretrizes ora publicadas foram elaboradas com a participação de especialistas nas áreas de educação, tecnologia da informação, editoração de livros e audiodescrição.

Fonte: Blog da Audiodescrição

Mais sobre audiodescrição
No livro Audiodescrição na Escola: Abrindo Caminhos para Leitura de Mundo, Lívia nos conduz pelo
O livro Audiodescrição: Práticas e Reflexões nasce do desejo e da necessidade de observarmos o
O cinema, essa máquina de produzir imagens e fomentar a imaginação, é um ambiente que


Mais sobre audiodescrição
No livro Audiodescrição na Escola: Abrindo Caminhos para Leitura de Mundo, Lívia nos conduz pelo
O livro Audiodescrição: Práticas e Reflexões nasce do desejo e da necessidade de observarmos o
O cinema, essa máquina de produzir imagens e fomentar a imaginação, é um ambiente que