Encerramento das oficinas de acessibilidade do Cuca

Mostra de vídeos acessíveis encerrou as oficinas de acessibilidade no CUCA: o projeto Teatro e Cinema Acessíveis para Pessoas com Deficiência Sensorial, contemplado no I Edital Ação Jovem do CUCA, encerrou as oficinas de audiodescrição e de legendagem para surdos no último sábado (12), com a exibição de uma mostra de vídeos audiodescritos e legendados pelos alunos das oficinas.

foto de uma sessão de cinema

Descrição da imagem: foto de uma sessão de cinema. Atrás da plateia, vê-se duas mulheres sentadas assistindo ao filme projetado na tela. Ao fundo, na tela, dois rapazes seguram frutas. Sobre a imagem, lê-se a seguinte legenda em letras amarelas: A acerola é boa para fazer suco.

As oficinas possibilitaram o primeiro contato dos participantes com recursos de acessibilidade voltados para pessoas com deficiência visual e surdas, contribuindo para a difusão de uma cultura inclusiva entre os jovens. A oficina de legendagem para surdos contou com a colaboração da Prof.ª Élida Gama, que agregou dados recentes acerca desse tipo de legendagem, a partir da sua pesquisa na Universidade Estadual do Ceará.

foto dos alunos e de Bruna

Descrição da imagem: foto dos alunos das oficinas sentados na plateia da sala de cinema do CUCA, trocando informações com Bruna Leão, que está de pé.

Segundo Bruna Leão, idealizadora do projeto, assim como esses jovens, muitos outros não têm conhecimento desses recursos e, por isso, quase não se veem iniciativas inclusivas entre os realizadores e produtores do audiovisual e do teatro, respectivamente, no Ceará. Apesar das leis, da Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência e do Plano Viver sem Limites, que preveem a oferta de recursos de acessibilidade no mercado cultural, há uma carência de formação de audiodescritores e de legendistas no nosso Estado, concluiu Bruna.

foto dos alunos e de Bruna

Descrição da imagem: foto dos alunos concludentes das oficinas, sendo três moças e três rapazes. Bruna está ao centro e todos estão de pé em frente à tela da sala de cinema, onde está projetado em letras amarelas sobre fundo branco: CUCA, Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte.

Bruna Leão é graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará e está em fase de conclusão da sua pesquisa de mestrado envolvendo a audiodescrição no teatro infantil. Dentre seus trabalhos mais recentes, pode-se destacar a tradução audiovisual do vídeo "Fortaleza em Sol Maior", do espetáculo teatral "Memórias de Natal" e do programa de TV "Sentidos", e a palestra "A Audiodescrição na mesa redonda – Acessibilidade audiovisual: garanta você também esse direito".

Entrega dos certificados

Descrição da imagem: sequência de três fotos de Bruna entregando certificados de conclusão à alguns alunos. Na foto da esquerda, ela posa com Tatiana. Na foto do centro, Guilherme recebe o certificado das mão de Bruna. E na foto da direita, Bruna faz a entrega para Renata. Em todas as fotos, eles posam em frente à tela da sala de cinema, onde está projetado em letras amarelas sobre fundo branco: CUCA.

Fonte: ATAV Brasil

Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na


Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na