Estrela Cadente: com audiodescrição no Centro Cultural Banco do Nordeste

O Centro Cultural Banco do Nordeste lançará o projeto "Superação". O novo projeto do CCBNB-Fortaleza, que visa realizar ações sistematizadas das pessoas com deficiência visual aos programas oferecidos pelo Centro Cultural Banco do Nordeste nas áreas de artes cênicas, artes visuais e audiovisual, por meio da audiodescrição. O primeiro espetáculo a ser contemplado com a audiodescrição será A Estrela Cadente.

A estrela cadente

A audiodescrição é uma modalidade de tradução audiovisual, que consiste na análise criteriosa e consciente dos elementos de caráter visual que deverão ser traduzidos em palavras, a fim de contribuir com o processo de inclusão social no Brasil, a partir do acesso das pessoas com deficiência às manifestações artísticas e culturais do nosso País, para fins de educação, lazer e entretenimento.

O primeiro espetáculo a ser contemplado com a audiodescrição será A Estrela Cadente, com o Coletivo de Teatro Manga Rosa. A audiodescrição será realizada por Bruna Leão e Klístenes Braga, profissionais da ATAV Brasil.

Centro Cultural Banco do Nordeste: Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108)

Sinopse de A Estrela Cadente

Lorrayne Leblon é uma típica celebridade em decadência. Ela conta a sua "trajetória artística", como conquistou o estrelato e namorou um jogador de futebol, mesmo tendo morado no subúrbio de Caucaia. Classificação Indicativa: 12 anos. Duração: 60 min.

Ficha técnica de Estrela Cadente:

Dalton Braz (ator), Emilena Cardoso e Dalton Braz (texto), Ana Paula Prudêncio (direção), Ciel Carvalho (iluminação) e Emilena Cardoso (cenografia e figurino).

Com entrada franca, o espetáculo A Estrela Cadente será apresentado no dia 1º de Junho, sexta-feira, às 15 horas.

Fonte: Banco do Nordeste

Mais sobre audiodescrição
Cerca de 60 pessoas acompanharam a exibição do filme ‘Colegas’ na tarde de quarta-feira (7),
Meu nome é Estefany, moro em Belém, tenho 10 anos, sou cega e adorei ir
O portal Mundo Cegal e a Organização Nacional de Cegos do Brasil - ONCB, convidam


Mais sobre audiodescrição
Cerca de 60 pessoas acompanharam a exibição do filme ‘Colegas’ na tarde de quarta-feira (7),
Meu nome é Estefany, moro em Belém, tenho 10 anos, sou cega e adorei ir
O portal Mundo Cegal e a Organização Nacional de Cegos do Brasil - ONCB, convidam