Convocação para audiodescritores: regulamentação da profissão

Caros leitores, caros audiodescritores,

A audiodescrição vem crescendo exponencialmente. A cada dia, mais e mais produtos audiovisuais são realizados com a disponibilização do recurso.

Com o aumento da oferta de produtos audiodescritos, a demanda por audiodescritores tem aumentado na mesma proporção.

Vários cursos de formação de audiodescritores já foram realizados em todas as regiões do país.

É chegada a hora de começarmos a pensar em formalizar a profissão de audiodescritor.

Simone será lançado com audiodescrição e lingua de sinais

SIMONE tomou uma decisão: após anos de relacionamento com mulheres, resolve estar com um homem pela primeira vez. O longa-metragem aborda a temática da liberdade sexual por meio das vivências de sua protagonista. SIMONE é uma história envolvente, rodeada de questionamentos pessoais e de incertezas que colocam à prova as convicções da personagem. Baseado em fatos reais, o filme mistura elementos de ficção e documentário. Brinca com a criação cênica e a montagem, além de criar um universo único, particular e íntimo.

CUCA Realizou Mesa Redonda sobre Acessibilidade para Pessoas com Deficiência

A mesa redonda "Juventude, cultura, esporte e acessibilidade para pessoas com deficiência", realizada na tarde de 27/07 no CUCA Che Guevara, reuniu representantes de vários equipamentos culturais de Fortaleza, associações ligadas à luta da pessoa com deficiência, instituições de educação inclusiva, grupos culturais, agremiações esportivas e órgãos públicos da esfera municipal e estadual, dentre outros.

Reforma tornará Teatro Municipal de Americana um show de acessibilidade

A Prefeitura de Americana anunciou, hoje, que as obras de reforma e modernização do Teatro Municipal Lulu Benecase serão iniciadas na próxima semana, pela empresa vencedora da licitação Cury Engenharia, Arquitetura e Produções Culturais. O secretário de Cultura e Turismo, José Vicente De Nardo, enfatizou a importância dessas obras, que privilegiarão ações que beneficiem os portadores de deficiência.

Teatro Para Crianças apresenta: Nem Sempre Lila

Nesse sábado, 28/07, dentro da programação do Festival de Teatro para Crianças de Pernambuco, promovido pela Métron Produções, teremos o espetáculo infanto-juvenil "Nem Sempre lila" com intérprete de libras e audiodescrição.

Nos Parques da Disney, acessibilidade é levada a sério

Como não poderia deixar de ser, a Disney não esqueceu dos seus visitantes com algum tipo de deficiência. Desta forma, todos os seus parques, hotéis, restaurantes, lojas e inclusive o seu sistema de transporte estão adaptados para seus visitantes especiais.

Sansung cria máquina fotográfica que tira fotos em relevo e grava áudio para cegos

O conceito pode soar estranho, mas o designer chinês Chueh Lee levou o desafio adiante e criou uma máquina fotográfica para deficientes visuais. A Touch Sight é um dispositivo que possibilita que deficientes visuais registrem momentos e se recordem deles através de um "monitor" em braile capaz de gerar imagens 3D dos objetos fotografados, de modo que o usuário possa sentir a foto.

TV Record apresenta: Jurassic Park 3 com audiodescrição

Apesar de ter ficado abalado com seu último encontro com dinossauros vivos, o Dr. Alan Grant (Sam Neill) continua dedicando sua vida a estudá-los e desenvolve uma teoria sobre o desenvolvimento da inteligência dos velociraptors. Desesperado em busca de fundos para dar prosseguimento à sua pesquisa, ele aceita a oferta de Paul (William H. Macy) e Amanda Kirby (Téa Leoni), dois milionários que desejam fazer uma excursão aérea na Ilha Sorna e que querem contratá-lo para acompanhá-los. Porém, durante a viagem o Dr. Alan Grant descobre a verdadeira intenção dos Kirby, que é descer até a Ilha Sorna para procurar seu filho, que desapareceu no local em uma expedição ocorrida 8 semanas antes. Apesar da oposição de Grant, eles pousam na ilha e acabam sendo atacados por uma nova espécie de dinossauro, maior e mais feroz que o tiranossauro rex.

USOS PEDAGÓGICOS DA AUDIODESCRIÇÃO

A despeito de muito já se ter produzido em termos de literatura acerca da inclusão social e das várias práticas que a representam, seja na escola ou em outros lócus, não é exaustivo se defender que a inclusão se efetiva na prática, no fazer cotidiano, na ocupação com as mudanças sociais necessárias, em lugar da mera preocupação, e na crença de que cada pessoa em situação de aprendizagem, seja ela com deficiência ou não, vem requerer de nós educadores um olhar sempre consciente e esvaziado, pronto a preencher-se diante de novos desafios.