CUCA Realizou Mesa Redonda sobre Acessibilidade para Pessoas com Deficiência

A mesa redonda "Juventude, cultura, esporte e acessibilidade para pessoas com deficiência", realizada na tarde de 27/07 no CUCA Che Guevara, reuniu representantes de vários equipamentos culturais de Fortaleza, associações ligadas à luta da pessoa com deficiência, instituições de educação inclusiva, grupos culturais, agremiações esportivas e órgãos públicos da esfera municipal e estadual, dentre outros.

Bruna Leao - vice-presidente da ATAV Brasil

A ATAV Brasil esteve representada pela sua Vice-Presidente, Bruna Leão, e integrará as ações propostas durante o encontro.

O objetivo do encontro foi refletir sobre a inclusão sociocultural do jovem com deficiência por meio de atividades culturais e esportivas, fortalecer a militância em torno da acessibilidade da pessoa com deficiência em Fortaleza e apresentar o projeto "Multiacesso" do CUCA, abrindo o diálogo para a construção conjunta desse projeto, envolvendo as juventudes de Fortaleza.

Na ocasião, foram apresentados também outros projetos inclusivos existentes na cidade.

A mesa contou com a fala inicial da Sr.ª Marley Uchoa, Presidente do Instituto CUCA,e das palestras da Sr.ª Ana Beatriz Thé Praxedes, Coordenadora do Núcleo de Acessibilidade da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza, da Sr.ª Tessi Letícia Barbosa, Gerente Executiva do Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza, do Sr. Robério Batista de Queiroz (Mestre Ratto), Mestre Fundador do Centro Cultural Capoeira Água de Beber, e da Sr.ª Silêda Franklin, Diretora Administrativa do Theatro José de Alencar. A mediação ficou por conta da Prof.ª Ana Karina Morais de Lira da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará.

Como proposta de encaminhamento prático, o encontro propôs uma ação conjunta para o mês de setembro, em alusão ao dia nacional da luta da pessoa com deficiência (21), na forma de um compromisso que foi firmado entre os presentes. O compromisso consiste em realizar um novo encontro do grupo em setembro e uma visita guiada ao Theatro José de Alencar, que passa atualmente por obras de acessibilidade.

Outros compromissos firmados durante o encontro foram a oferta de cursos de teatro inclusivo, de produção de livros falados, de audiodescrição, de legendagem para surdos e de formação em LIBRAS, culminando na realização de uma atividade de teatro acessível para o público surdo por meio de legendagem, que serão realizados pelo CUCA.

Já o Centro Cultural Banco do Nordeste realizará uma atividade envolvendo um programa de artes visuais acessível para o público com deficiência visual por meio da audiodescrição.

Fonte: ATAV Brasil

Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na


Mais sobre audiodescrição
Como parte da programação da Semana Inclusiva, o CineSesc oferece oficinas sobre acessibilidade em espaços
A PUC Goiás e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas abriram oficialmente
Na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, o site do projeto Diversidade na