Audiodescrição na TV: O Que É Necessário

O que preciso para assistir TV com audiodescrição? Esta é, com certeza, a pergunta mais recorrente de nossos leitores. Basicamente você precisa de três coisas: um televisor digital, uma antena de UHF e ter pelo menos uma emissora transmitindo em sinal digital na sua cidade. Outra alternativa, esta mais dispendiosa, é pagar por um serviço de assinatura de TV a cabo. Explicando cada uma e as alternativas possíveis:

1. Televisor Digital.

Uma vez que as emissoras estão obrigadas a veicular programas audiodescritos exclusivamente pelo Sistema Brasileiro de Televisão Digital – SBTVD (veja aqui porque), obviamente você precisará possuir um televisor digital. Não importa se o televisor é de Plasma, LED ou LCD; o crucial é que o aparelho seja Full HD, pois isso garante que ele consegue receber todos os quatro canais de áudio disponíveis no SBTVD. No artigo Abel Passos dá dicas de como adquirir um televisor com acesso à audiodescrição, você terá mais informações importantes para te ajudar a não errar na hora da compra do televisor digital.

Mas os televisores digitais ainda são muito caros. Dificilmente você encontrará um deles por menos de R$ 1.500,00 e, a cada dia, os fabricantes lançam modelos ainda mais sofisticados: A TV do futuro já chegou. Desconsiderando a ainda baixa penetração da TV digital, principalmente nas cidades do interior, o preço dos televisores é, sem dúvida, o principal motivo pelo qual a maioria das pessoas cegas ainda não está acompanhando os programas com audiodescrição na televisão aberta.

Duas alternativas de baixo custo para você assistir os programas de TV com audiodescrição:

  • Set Top Box

A primeira alternativa seria manter aquele seu velho televisor analógico e comprar uma set-top-box, que converte o sinal da televisão digital em analógico. O preço de uma set-top-box varia entre R$ 100,00 e R$ 800,00. Claro que com variação de preço tão grande, os recursos disponíveis em cada produto também variam bastante.

Assim como na compra de um televisor digital, o crucial para ter acesso a audiodescrição é que a set-top-box seja Full HD, para te permitir acesso a pelo menos três dos quatro canais de áudio do SBTVD. Isto é necessário porque as emissoras de televisão estão transmitindo a audiodescrição pelo terceiro canal de áudio.

Se optar pela Set Top Box, não espere uma super qualidade de som e imagem porque, apesar de estar recebendo o sinal em alta definição da televisão digital, seu televisor analógico não tem a mesma qualidade de áudio e vídeo de um televisor digital. Mesmo assim, os comentários disponíveis em fóruns na Internet são de que a imagem e som do seu televisor analógico ficarão um pouco melhor.

Um assíduo leitor de nosso blog, também cego, comprou e está usando a set-top-box marca Fortrek, modelo DG306-TB, que comprou por R$ 150,00. Segundo ele, a acessibilidade do aparelho não é nenhuma "Brastemp", mas dá para se virar, pelo menos para comandar as funções mais importantes. Um benefício adicional desse modelo é que ele permite gravar os programas em um HD externo para assistir depois, e com audiodescrição, claro! A grande vantagem de poder gravar os programas é que a maioria deles vêm sendo transmitidos muito tarde, alguns já na madrugada.

Apesar da função de programar o horário de início e término da gravação nos obrigar a solicitar ajuda para alguém que enxergue, vale a pena poder depois conectar aquele HD externo ao seu computador e assim formar uma videoteca dos seus programas preferidos.

  • Computador

Caso você já pussua um computador, a segunda alternativa de baixo custo é adquirir uma placa de captura de TV Digital. O preço destas placas varia entre R$ 150,00 e R$ 400,00.

O principal cuidado a se tomar nesta opção é ter certeza de que seu computador tem memória, capacidade de processamento e placa de vídeo adequados para que você consiga assistir a televisão pelo computador sem cortes na imagem ou no áudio, e também sem provocar super aquecimento do seu computador, principalmente Notebooks.

No artigo TV digital com audiodescrição no seu computador – uma alternativa de baixo custo, apresentamos os resultados de alguns testes que fizemos com uma dessas placas.

2. Antena de UHF.

Este é o segundo equipamento que você precisará adquirir.

O sinal da TV analógica é transmitido em VHF – Very High Frequence, enquanto que o sinal da TV digital é transmitido em UHF – Ultra High Frequence. Como a frequência do sinal de UHF é mais alta que do VHF, isso nos obriga a ter uma antena específica.

Dependendo de obstáculos como morros e edifícios, e da distância entre sua casa e o local onde fica a antena de transmissão da emissora, uma antena de UHF interna pode ser suficiente. Em outros casos, só se consegue boa recepção com o uso de antena externa. Há casos em que nem com antena externa se consegue boa recepção.

Existem dúzias de marcas e modelos de antenas de UHF disponíveis no mercado. Geralmente não são caras quando comparamos seus preços com os dos televisores digitais, e nem sempre os modelos mais caros dão os melhores resultados. Uma das antenas de UHF mais bem cotadas em comentários postados nos fóruns do SBTVD é a da Philips.

Uma questão importante sobre a recepção do sinal: no sistema digital não existem os famosos fantasmas, chuviscos e chiados tão comuns no sistema analógico. Ou o sinal está bom e você assiste sem problemas, ou a imagem e som desaparecem completamente e o televisor exibe uma mensagem indicativa de baixa qualidade do sinal. É semelhante ao que acontece na telefonia celular: se o sinal está bom, você conversa normalmente; se o sinal está médio, a ligação fica picotada; se o sinal estiver ruim, é quase impossível conversar. Portanto, antes de sair para o shopping-center ou a loja de eletro-domésticos, é aconselhável procurar seus vizinhos para saber como é o sinal de TV digital na região de sua casa.

3. Ter pelo menos um canal de televisão transmitindo em sistema digital na sua cidade.

Por último, porém o mais importante de todos os requisitos, é certificar-se de que alguma emissora de televisão já está transmitindo em sistema digital em sua cidade.

O Decreto 5820 deu prazo até 2012 para que todas as emissoras existentes solicitem a mudança de sua concessão do sistema analógico para o digital. E também estabeleceu que em 2016 acontecerá o chamado Apagão Analógico, ou seja, a partir dessa data o padrão de TV analógico deixará de existir completamente.

Deste modo, até que aconteça o Apagão Analógico, haverão cidades como São Paulo, por exemplo, em que todas as emissoras já estão transmitindo em sistema analógico e digital simultaneamente; haverão cidades em que alguns canais transmitem em sistema digital e analógico, enquanto outros continuarão transmitindo apenas em sistema analógico por mais algum tempo; e haverão cidades em que nenhuma emissora está transmitindo em sistema digital atualmente.

Se o Brasil efetivamente conseguir realizar o Apagão Analógico em 2016 conforme previsto, daremos um exemplo de organização e gerenciamento de grandes projetos para o mundo. Até mesmo em países como Estados Unidos, Inglaterra, Espanha, Alemanha, Japão, dentre outros, em que já aconteceu o desligamento do sinal analógico de televisão, o apagão teve de ser prorrogado algumas vezes.

4. Assinatura de TV a Cabo.

Por fim, outra alternativa para acessar a programação com o recurso da audiodescrição é ter uma assinatura de TV a cabo. Os principais cuidados caso esta seja sua escolha:

a) Certifique-se, como dito antes, que exista pelo menos uma emissora transmitindo em sistema digital em sua cidade. Mas aqui a coisa também não tem sido muito fácil: apesar da legislação brasileira contemplar o conceito do Must Carry, várias operadoras de TV a Cabo não estão repassando para seus assinantes o sinal da audiodescrição gerado pela emissora cabeça-de-rede. Caso isso esteja acontecendo com sua operadora de TV a Cabo, veja como fazer para denunciar.

Caso não tenha encontrado aqui a resposta que procura sobre como ter acesso a audiodescrição na TV, utilize nosso formulário de contato que teremos prazer em responder!

Mais sobre audiodescrição
Para responder a pergunta como se produz audiodescrição na televisão, te convido a percorrer uma
Já teve curiosidade de saber como são feitos os recursos de acessibilidade hoje presentes em
Tendo como moderador Edson Moura, a seção das 15h30 da sala 17 do Congresso da


Mais sobre audiodescrição
Para responder a pergunta como se produz audiodescrição na televisão, te convido a percorrer uma
Já teve curiosidade de saber como são feitos os recursos de acessibilidade hoje presentes em
Tendo como moderador Edson Moura, a seção das 15h30 da sala 17 do Congresso da