Audiodescritora Larissa Costa será entrevistada no Globo Universidade deste sábado

Na primeira reportagem, o repórter entrevista Anna Olga Prudente de Oliveira, aluna de mestrado em Estudos de Linguagem da PUC-Rio. Anna é formada em Tradução e optou por ingressar na área acadêmica. Durante a conversa, a aluna, que desenvolve uma pesquisa sobre a visibilidade do tradutor no texto, conta o que é preciso para ser um bom profissional. "O tradutor precisa de uma técnica especifica, além do domínio na língua estrangeira", diz.

O repórter Paulo Mário no campus da PUC Rio

Para mostrar como o campo da tradução é amplo, o Globo Universidade acompanha uma aula sobre closed caption na PUC-Rio. O sistema de legenda oculta é uma das modalidades da área e tem crescido bastante nos últimos anos. "Eu não tinha ideia de como funcionava antes de começar o curso. Eu conhecia apenas pela televisão e só via o resultado", conta a aluna Thaís Vicente que está aprendendo a mexer no software que ajuda a desenvolver as legendas. Criado originalmente para deficientes auditivos, o sistema é usado também em locais barulhentos, como bares e restaurantes, o que vem ampliando a utilização do sistema.

O repórter Paulo Mário Martins apresenta também outra modalidade que é bastante procurada na área: a interpretação simultânea – comumente conhecida como tradução simultânea. Diferente do closed caption, a interpretação simultânea é ensinada no curso de especialização em Interpretação de Conferências. Para entender um pouco mais sobre a profissão, o programa entrevista o professor André Bekenin. "O tradutor simultâneo pode ser formado em qualquer área. Já tivemos médicos e até veterinários", conta. Nessa área, a técnica e concentração são itens indispensáveis. "O nosso vocabulário precisa ser muito rico e é preciso ter calma para se expressar", diz Dafne Baddini, aluna do curso.

Ainda neste episódio, o quadro "Nota 10" apresenta Larissa Costa, aluna de doutorado em Estudos da Linguagem do departamento de Letras da PUC. Larissa desenvolve uma pesquisa sobre a audiodescrição, técnica que descreve cenas, expressões e cenários.

E no quadro "Eu Amo Meu Trabalho", o programa conta a história de Flávia Almeida, tradutora que coordena uma equipe de tradução de patentes. "O que mais gosto é poder lidar com coisas novas, que só vão chegar ao mercado daqui a alguns anos. É muito interessante", diz.

Criado em 1999, o Globo Universidade tem como missão compartilhar experiências para somar conhecimento. Para que isso aconteça, estabelece uma relação de parceria permanente com o meio acadêmico. Por meio da realização de debates, seminários, publicações e apoio a pesquisas, o Globo Universidade contribui para a produção e divulgação científica, além da formação de futuros profissionais.

Desde 2008, o Globo Universidade também está presente na grade de programação da Rede Globo: todos os sábados, às 7h, o programa exibe reportagens sobre as principais universidades do Brasil e do mundo.

Em 2011, a atração passou a integrar a grade Globo Cidadania, que conta também com os programas Globo Ciência, Globo Educação, Globo Ecologia e Ação.

Fonte: Rede Globo – Globo Universidade

Mais sobre audiodescrição
Para responder a pergunta como se produz audiodescrição na televisão, te convido a percorrer uma
Desde a segunda-feira (18/04), os telespectadores da TV Aparecida que acompanham diariamente a programação da
Durante todo o mês de setembro, a TV Aparecida está exibindo no “Super Quarta, às


Mais sobre audiodescrição
Para responder a pergunta como se produz audiodescrição na televisão, te convido a percorrer uma
Desde a segunda-feira (18/04), os telespectadores da TV Aparecida que acompanham diariamente a programação da
Durante todo o mês de setembro, a TV Aparecida está exibindo no “Super Quarta, às