Corpos Ímpares 2012: corpo, arte e diferença em cena

Com oito espetáculos e performances de dança e teatro, a segunda edição do Festival Corpos Ímpares acontece de 20 a 23 de setembro, no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. O encontro é dirigido a estudantes, bailarinos, educadores e pessoas, com ou sem deficiência, interessadas em aprender e vivenciar o universo da arte e da diferença, em oficinas e debates gratuitos, com intérprete de libras e audiodescrição. Os espetáculos custam apenas R$ 1.

Conatus, no Festival Corpos Ímpares
Conatus

As atrações programadas do Corpos Ímpares são a performance multimídia "Isadora.Orb, a metáfora final", com Ricky Seabra e Andrea Jabor; "Um dueto", de Alexandre Franco e Daniel Hassan; "Jogo coreográfico", dirigido por Lígia Tourinho, com participação da Pulsar Cia de Dança; "D.Equilíbrio", solo de Marcos Abranches, bailarino e coreógrafo da Cia Vidança de São Paulo; "Cornaca", da Cia R.E.C., dirigido por Alice Ripoll e Juliana Medella; "Conatus", do grupo mineiro Crepúsculo; "O Super R", do grupo Teatro Novo; e "Corações em desatino", de Lula Wanderley, com o Grupo de Ações Poéticas Sistema Nervoso Central.

Já a bailarina e coreógrafa Angel Vianna, referência nas áreas da dança e consciência do movimento, dará um "aulão". Haverá também a aula-performance "A cadeira como objeto-partner", com a bailarina e coreógrafa Giselda Fernandes, voltada para cadeirantes e não cadeirantes; e oficinas para crianças, terceira idade e para o público em geral, realizadas pela Pulsar Cia de Dança, com Rogério Andreolli, Andrea Chiesorin, Beth Caetano, Camila Fersi e outros integrantes da Pulsar. Além de oficinas ministradas pelos bailarinos, coreógrafos e professores Ceme Jambay, Alexandre Bhering e Olavo Fabrício. Como sempre, programação imperdível no Corpos Ímpares!

Jogos, no Festival Corpos Ímpares

Jogos

As palestras e mesas redondas do II Corpos Ímpares reunirão Andrea Chiesorin (bailarina), Beth Maia (bailarina, que desenvolve trabalho com portadores de paralisia cerebral), Ceme Jambay (fundador e diretor do Corpo de Baile do Teatro Guaíra), Eduardo Bonito (curador do Festival Panorama de Dança), James Arêas (professor de filosofia), Marcelo Yuka (músico), Maria Célia Salgado (professora e artista plástica), Marta Peres (coreógrafa e socióloga), Moira Braga (deficiente visual que investiga a audiodescrição de espetáculos), Nízia Villaça (antropóloga) e Silvia Soter (coordenadora das Redes de Desenvolvimento da Maré e supervisora da Escola Livre de Dança). No festival, Lucia Matos (professora da Escola de Dança da UFBA) lançará o livro "Dança e diferença".

O Festival Corpos Ímpares é uma realização da Pulsar Cia de Dança, contemplada com o edital do Fundo de Apoio à Dança (Fada) da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Serviço

Festival Corpos Ímpares 2012
20 a 23 de setembro
Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (Rua José Higino 115, Tijuca) – Tel: 3238-0601 e 3238-0357
Lotação do teatro: 155 lugares
Bilheteria: de 20 a 22, a partir das 16h, e no dia 23, às 11h
Atividades: quinta de 14h às 21h30, sexta de 10h às 21h30, sábado das 10h às 21h30, e domingo de 11h às 20h.
Espetáculos: quinta, sexta às 19h30 e domingo às 12h30 e 19h.
Ingressos dos espetáculos: R$1,00
Censura: Livre para todos exceto "D.Equilíbrio" (21/9), 14 anos.
Oficinas, palestra e mesas redondas são gratuitas.

Fonte: Manchete Online

Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon


Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon