A Flauta Mágica: com audiodescrição no Recife

A VouVer Acessibilidade apoia a realização da primeira ópera audiodescrita em Pernambuco. A iniciativa surgiu das coordenadoras da empresa, Andreza Nóbrega e Liliana Tavares, que firmaram uma parceria com a Bersato Produção Cultural para oferecer a acessibilidade desse clássico que é A Flauta Mágica, de Mozart, no dia 5 de outubro, às 20h no Teatro de Santa Isabel, no Recife.

Os interessados em assistir a récita com o recurso da audiodescrição deverão informar sua necessidade na bilheteria. Serão disponibilizados 50 equipamentos de tradução. O pré-agendamento poderá ser feito pelo e-mail vouveracessibilidade@gmail.com até o dia 2 de outubro.

Sobre a ópera

A Flauta Mágica - cartaz da ópera

A Flauta Mágica é a grande obra prima e a mais popular ópera de W. A. Mozart (1756-1791). Foi composta sob encomenda do escritor, poeta e teatrólogo Emanuel Schikaneder (1749-1812) que cantou o papel de Papageno. É um marco na história da música universal, pois seu enredo trata de toda simbologia, filosofia e cerimônia de iniciação à maçonaria, e em sua música estão incluídas árias conhecidas de todos como a da Rainha da Noite.

Ao completar 221 anos, A Flauta Mágica, que estreou em 30 de setembro de 1791, terá uma nova e inédita montagem adaptada à atualidade, com cenários e acessórios de figurinos confeccionados com materiais recicláveis como garrafas pet, papelão, retalhos para customização dos figurinos e outros materiais necessários. Em forma de Presto-Ópera, ela terá seu tempo reduzido, sem perder sua característica e beleza, com a presença de um narrador e projeção em data show da tradução simultânea para que o público possa compreender melhor seu enredo.

A ópera será acompanhada pela orquestra Ensamble Barroco Sonoro Oficio e o Quinteto de Sopros Arrecife. Presença marcante será da Escola de Kung Fu Shaolin do Norte, que participará apresentando os personagens animais incluindo a dança do Dragão, como forma de integração cultural. A faixa etária dos cantores, músicos e atletas abrange em sua maioria de 18 a 34 anos.

A escolha do elenco foi realizada democraticamente através de audição pública e a preparação vocal e musical do elenco ficou a cargo de professores especializados em canto lírico e fonética alemã, assim como a encenação permaneceu a cargo de cantores líricos experientes em montagem de ópera nos grandes teatros do Brasil e exterior. O figurino foi idealizado tendo como base os personagens arquétipos simbólicos da maçonaria.

A composição do design do cenário pertence a Artista Plástica Tiana Santos, o qual foi confeccionado pelos Artesãos do programa de ressocialização do Governo do Estado de Pernambuco e a Associação Reciclarte com supervisão de confecção de Ana Paula Valdez.

Este projeto conta com incentivo do FUNCULTURA, FUNDARPE, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco, com produção executiva realizada pela Bersato Produção Cultural Ltda.

Ficha Técnica

Cenografia, Direção artística e Coordenação Geral: Amarílis de Rebuá

Direção Musical: Maestro Sérgio Dias

Orquestra: Ensamble Barroco Sonoro e Quinteto de Sopros Arrecife (convidados)

Maestro Interno: Lindenberg Luiz

Pianista: Sueudo

Direção Cênica: Luiz Kleber Lyra de Queiroz

Preparação Vocal: Rose Mary de Freitas Carlos

Direção de Produção: Saturnino de Araujo

Produção: Giovanni Bernardo

Iluminação, Supervisão Cenotécnica: Martiniano Almeida

Montagem: José Nemésio

Figurinista: Joyce Baptista

Assessoria de Imprensa: Dupla Comunicação

Acessibilidade comunicacional : VouVer acessibilidade

Roteiro e locução de audiodescrição: Andreza Nóbrega e Liliana Tavares, Consultoria: Milton Carvalho.

Fonte: Flauta Mágica – Recife 2012>

Mais sobre audiodescrição
A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC), em parceria com o British
A São Paulo Companhia de Dança, sob direção artística de Inês Bogéa, convida para estreia
Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Theatro São


Mais sobre audiodescrição
A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC), em parceria com o British
A São Paulo Companhia de Dança, sob direção artística de Inês Bogéa, convida para estreia
Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Theatro São