Mais de 150 pessoas participaram do 6º Enconfrater

O 6º Encontro Fraternidade e Pessoas com Deficiência (EnconFrater), promovido pela Pastoral das Pessoas com Deficiência da Arquidiocese de São Paulo, no último dia 29 de setembro, no Colégio Espírito Santo, Tatuapé, reuniu mais de 150 pessoas, a maioria pessoas com deficiência e familiares, com o objetivo discutir a acessibilidade na Igreja.

O encontro teve a apresentação pública do Projeto Igreja Acessível (PIA), que já havia sido aprovado pelo Cardeal Metropolitano, Dom Odilo Pedro Scherer. Estruturado em quatro pilares, o PIA tem o objetivo de criar uma cultura de inclusão e de acolhimento para as pessoas com deficiência nas igrejas e em outros espaços físicos e de comunicação da Arquidiocese de São Paulo.

Entre as propostas está propiciar condições de participação de pessoas com deficiência na vida eclesial (durante as missas, sacramentos e nas relações comunitárias); sensibilizar e envolver a comunidade da igreja para a inclusão e participação das pessoas com deficiência nas igrejas; eliminar as barreiras físicas, de comunicação e atitudinais que impedem ou dificultam a presença e a participação das pessoas com deficiência nas paróquias e comunidades; e afirmar os valores evangélicos que devem orientar o relacionamento entre todas as pessoas. O Projeto propõe ainda a catequese inclusiva e emprego apoiado.

A Pastoral das Pessoas com Deficiência elaborará agora um plano de trabalho que será apresentado ao maior número possível de paróquias da cidade de São Paulo, procurando a sensibilização e o envolvimento da comunidade católica paulistana. "Nossa meta é, no prazo de cinco anos, ter um número significativo de igrejas acessíveis e inclusivas para pessoas com diferentes deficiências, sejam as deficiências físicas, auditivas, visuais e intelectuais", afirma Antonio Carlos “Tuca” Munhoz, coordenador da Pastoral.

Tuca Munhoz

O encontro contou com a presença de Dom Milton Kenan, bispo auxiliar de São Paulo, e palestra da filósofa Gláucia Tittanegro que discorreu sobre as necessárias reflexões filosóficas, teológicas e políticas para a construção de uma Igreja verdadeiramente acessível e inclusiva. Contou também com Audiodescrição e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e todos os demais recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência. Além da apresentação pública do Projeto Igreja Acessível o VI Encontro Fraternidade e Pessoas com Deficiência foi parte dos eventos comemorativos ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, celebrado em 21 de setembro.

Saiba mais sobre o 6º Enconfrater: IGREJA ACESSÍVEL É TEMA DO 6º ENCONTRO FRATERNIDADE E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA.

Fonte: O blog oficial do site ResponsabilidadeSocial.com

Mais sobre audiodescrição
Neste ano o Auto da Paixão ampliou ainda mais o seu projeto de inclusão, proporcionando
A partir desta quarta-feira (16) começam as apresentações da 18ª Paixão de Cristo do Recife,
Quem passa pelo estádio Aldeião, em Gravataí (RS), aos finais de semana, já pode notar


Mais sobre audiodescrição
Neste ano o Auto da Paixão ampliou ainda mais o seu projeto de inclusão, proporcionando
A partir desta quarta-feira (16) começam as apresentações da 18ª Paixão de Cristo do Recife,
Quem passa pelo estádio Aldeião, em Gravataí (RS), aos finais de semana, já pode notar