Intercâmbilo alavanca pesquisas brasileiras sobre audiodescrição

O convênio do Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada – PosLA (UECE) com o Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem – POSLIN (UFMG), através do PQI/CAPES, foi iniciado em 2002, com os seguintes objetivos: qualificar os professores do Curso de Letras da UECE; estabelecer intercâmbio entre grupos de pesquisa das duas instituições, visando ao fortalecimento do PosLA em suas várias atuações. O convênio foi finalizado em 2008. A parceria entre UECE e UFMG foi muito frutífera porque uniu a experiência da UFMG com pesquisa experimental em tradução e da UECE com a tradução audiovisual.

O convênio PQI/CAPES UECE/UFMG fortaleceu a pesquisa na UECE e estreitou os laços entre os dois Programas, o que culminou com a realização do pós-doutoramento da Profa. Dr. Vera Lúcia Santiago Araújo (PosLA-UECE) no POSLIN-UFMG, sob orientação do Prof. Dr. Fábio Alves da Silva Júnior (UFMG). A partir daí, a cooperação entre os dois Programas cresceu e resultou no PROCAD/UECE-UFMG, gerando pesquisas conjuntas em audiodescrição para cegos, sob coordenação da Profa. Dr. Vera Lúcia Santiago Araújo (UECE) e da Profa. Célia Magalhães (UFMG).

PROCAD UECE/UFMG

PROJETO APROVADO PELA CAPES: ELABORAÇÃO DE UM MODELO DE AUDIODESCRIÇÃO PARA CEGOS A PARTIR DE SUBSÍDIOS DOS ESTUDOS DE MULTIMODALIDADE, SEMIÓTICA SOCIAL E ESTUDOS DA TRADUÇÃO.

Descrição: Projeto de cooperação acadêmica (PROCAD) entre a UECE e a UFMG financiado pela CAPES. O principal objetivo é encontrar um modelo de audiodescrição que atenda às necessidades dos cegos brasileiros. A audiodescrição é uma narração adicional que descreve os elementos visuais de uma produção audiovisual. O projeto visa também a formação de profissionais e pesquisadores em audiodescrição no Brasil para que os resultados da pesquisa produzam uma prática que garanta a qualidade do produto final. A pesquisa nessa área é relevante para que a cultura da acessibilidade audiovisual seja incorporada pelos produtores culturais do país. A duração do projeto é de cinco anos.

Além da Profa. Vera Lúcia Santiago Araújo, coordenadora do PROCAD na UECE, o Prof. Wilson Júnior de Araújo Carvalho é outro pesquisador do programa da UECE que participa do PROCAD UECE/UFMG. Integra o Grupo de Pesquisa Investigação de Padrões Sonoros Emergentes liderado pela Profa. Dr. Thaïs Christófaro Silva (UFMG). Outro ganho deste profícuo intercâmbio com a UFMG será o estágio de pós-doutoramento que o Dr.Wilson Júnior de Araújo Carvalho fará na UFMG no ano de 2011. Participam também do projeto outros 3 professores do PosLA: Dilamar Araújo, Iúta Lerche Vieira e Pedro Henrique Praxedes.

No primeiro ano do PROCAD, tivemos missões de professores que tiveram como meta principal trabalhar os fundamentos teóricos do projeto. Daqui da UECE, a Profa. Vera Lúcia Santiago Araújo e o Prof. Wilson Júnior de Araújo Carvalho estiveram em missão de trabalho na UFMG. Da UFMG, a Profa. Célia Magalhães e o Prof. Fábio Alves estiveram em missão de trabalho na UECE.

Fonte: Universidade Estadual do Ceará

Mais sobre audiodescrição
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial
A Audiodescrição (AD), recurso utilizado para tornar o teatro, o cinema, a TV, bem como


Mais sobre audiodescrição
A Editora Catarse lançou o Manual de audiodescrição para produtos jornalísticos laboratoriais impressos, de Daiana
Este artigo, intitulado Problematização da Acessibilidade Comunicativa para Pessoas com Deficiência, promove a problematização inicial
A Audiodescrição (AD), recurso utilizado para tornar o teatro, o cinema, a TV, bem como