Não me toque, estou cheia de lágrimas

Pela primeira vez, a Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul abre as portas para a dança. O espetáculo Não me toque estou cheia de lágrimas – Sensações de Clarice Lispector vai acontecer em três salas distintas da instituição, fazendo com que o público percorra junto com a bailarina os três atos da obra.

Não me toque, estou cheia de lágrimas - sensações de Clarice Lispector

Com coreografia e direção de Maria Waleska Van Helden e direção cênica de João de Ricardo, a interpretação solo de Fabiane Severo será realizada diariamente de 03 a 11 de novembro, às 20h, com sessões extras nos dias 04, 10 e 11, às 18h.

No dia 10 de novembro, o espetáculo das 18h será destinado a deficientes visuais, com audiodescrição.

A estrangeiridade da prosa de Clarice Lispector, a singularidade dos seus livros e os movimentos que ela executou na vida, desde o nascimento até a morte, provocam a concepção desta obra solo que enfatiza a perturbação e a inquietação desta mulher paradoxal, sombria e corajosa. Sua intimidade com as palavras refletiu a necessidade de se expressar em uma moldura gestual, ora sofisticada ora impregnada de mágoas e reflexões sobre a vida: "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar".

O compositor da trilha-sonora é James Correa e a pianista, Catarina Domenici. Utilizando o piano ora como a voz de um narrador/comentador do estado psicológico da personagem, ora como trilha de cinema mudo, a música entrelaça citações de obras da música de concerto a criações originais, tendo como espinha dorsal a música de Ernesto Nazareth.

Ensaio de Não me toque, estou cheia de lágrimas

A Concepa e GEDA Companhia de Dança Contemporânea apresentam o espetáculo, financiado através da Lei Rouanet (Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura). A temporada tem entrada franca, sendo necessária a retirada de senhas duas horas antes do espetáculo, pois a lotação máxima é de 40 pessoas.

Serviço:

O que: Não me toque estou cheia de lágrimas – Sensações de Clarice Lispector
Quando: 03 a 11 de novembro, às 20h (sessões extras às 18h, nos dias 04 e 11; e sessão para deficientes visuais no dia 10, às 18h)
Onde: Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul (Rua Riachuelo, 1190)
Entrada franca (lotação 40 pessoas).

Fonte: Agência de Notícias do Governo do RS

Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon


Mais sobre audiodescrição
O Coletivo Lugar Comum e a Cia. Etc. se encontraram no Instituto de Cegos Antônio
Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado
acaba de sair a mais nova edição do programa ACESSIBILIDADE JÁ, programa produzido por Lenon