Confira a Sessão Sem Olhar na Bienal da Experiência do Cinema

Estreia em 28 de novembro mais uma edição do CINEME-SE – Bienal da Experiência do Cinema, em Santos/SP.

Bienal da Experiência do Cinema

O evento, que este ano conta com 33 curtas-metragens de todo o país, é dividido entre as sessões Cineme-se, Maratona de Curtas, Pirueta e Meia-noite, além da sessão especial "Sem Olhar", destinada ao público com deficiência visual.

A sessão "Sem Olhar" está prevista para acontecer dia 30 de novembro, sexta-feira, às 15h, e contará com dois curtas que utilizarão a audiodescrição e a sinestesia para levar as emoções do cinema aos deficientes visuais.

De extrema importância, a iniciativa visa atender pessoas como a nadadora e medalhista da UNISANTA, Elisângela Souza Pereira dos Santos, 37, que por problemas congênitos possui apenas 0,03% da visão. "A última vez que fui ao cinema foi há cerca de quatro meses com minha prima. Ela ia me contando o que acontecia e acabava não prestando atenção ao filme. Como eu me sinto mal por isso, prefiro evitar ir ao cinema", lamenta Elisângela.

Com esse tipo de dificuldade, a nadadora relembra emocionada a experiência que teve com audiodescrição: "Certa vez, eu e um grupo de amigos fomos ao teatro em São Paulo, onde o próprio ator descrevia as cenas. Nossa, foi muito bom! Se houvesse estrutura nos cinemas de Santos, com certeza eu freqüentaria muito mais", revela.

A estrutura a qual Elisângela se refere, a audiodescrição, consiste na descrição objetiva das informações visuais que não estão nos diálogos, como figurino, efeitos especiais, mudança de cenário e expressões faciais e corporais, entre outras. O trabalho de audiodescrição deve acontecer em total sincronia com o filme, complementando os diálogos e pode ser feito ao vivo ou por meio de fones de ouvido.

A sessão "Sem Olhar" do CINEME-SE 2012 proporciona ainda uma particularidade: todos na sala, independente de possuir deficiência visual ou não, são vendados para explorar ao máximo a experiência. "Vou falar com meus amigos", empolga-se Elisângela ao saber da oportunidade.

Fonte: Cineme-se

Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo


Mais sobre audiodescrição
O Cine às Escuras: Mostra Erótica de Cinema Acessível realiza sua segunda edição nos dias
Um festival que pretende devolver aos mágicos as “luzes da ribalta”, promovendo um encontro entre
Produtores e realizadores já podem inscrever seus curtas-metragens com audiodescrição para concorrer no IV VerOuvindo